16ª Semana de Museus

Museus Dimus/Ipac participam da 16ª Semana de Museus comemorando os 110 anos de imigração japonesa no Brasil

Durante a semana de 14 a 20/05, o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, o Museu Tempostal, o Centro Cultural Solar Ferrão e o Laboratório de Educação Digital (LabDimus) realizam exposições, oficinas e diálogos gratuitos

No próximo dia 14 de maio, a partir das 14h, acontece a abertura oficial da 16ª Semana de Museus da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC). Este ano, a programação celebra os “110 anos da Imigração Japonesa no Brasil” e foi construída em parceria com o Consulado Geral do Japão no Recife e com a Associação Cultural Nippo-Brasileira de Salvador (ANISA). O tema escolhido pelos museus DIMUS/IPAC está em sintonia com o proposto pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM): “Museus Hiperconectados – novas abordagens, novos públicos”.  A 16ª Semana de Museus acontece em todo o Brasil de 14 a 20/05.

Haverá exposições das manifestações da cultura japonesa, desde o tradicional a cultura pop, bem como um painel sobre a imigração japonesa no Brasil, oficinas e workshop de artes marciais. Contará no dia da abertura com a participação do Grupo Cultural Wadō, que trará os sons dos tambores japoneses; professora pintando Chodō e uma Cerimônia do Chá (trata-se de uma arte, uma filosofia de vida, que exige muita concentração nos gestos, nos movimentos e na postura. Os praticantes aprendem a elevar a percepção da beleza e da paz espiritual da vida cotidiana, como uma espécie de meditação em movimento). Também será doado pelo Consulado Geral do Japão no Recife, postais, cartazes e revistas sobre o Japão.

Na ocasião, participam representantes da Secretaria de Cultura do Estado, da Dimus, do Ipac, do Consulado Geral do Japão no Recife (através do seu representante, o cônsul Jiro Maruhashi), do Consulado Geral Honorário do Japão em Salvador (Dr. Odecil Costa Oliveira), da Associação Cultural Nippo-Brasileira de Salvador (ANISA), demais autoridades, museólogos e convidados em geral. O evento conta ainda com o apoio do Museu da Imigração Japonesa – Sociedade Brasileira da Cultura Japonesa e de Assistência Social (São Paulo) e da Fundação Japão – Assessoria Cultural do Consulado Geral do Japão em São Paulo, Federação Cultural Nippo Brasileira da Bahia e Associação Cultural Brasil-Japão/BA.

As unidades DIMUS/IPAC participantes são: Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, o Museu Tempostal, o Centro Cultural Solar Ferrão e o Laboratório de Educação Digital (LabDimus) – todos localizados no Pelourinho. “Identificados nos acervos de nossos museus cartões postais, estampas e instrumentos musicais que remetem à cultura nipônica, resolvemos celebrar junto com esta comunidade, tão próxima de nós baianos, essa parceria estabelecida há 110 anos, quando aportaram no Brasil as primeiras famílias de imigrantes japoneses”, explica Fátima Santos, coordenadora da DIMUS.  O Parque Histórico Castro Alves (PHCA), localizado onde o poeta nasceu (Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo baiano) também participa da Semana de Museus, mas com temáticas próprias, de acordo com o trabalho já feito durante todo o ano com a comunidade local.

“A ANISA, presente na cidade há mais de 40 anos, tem a honra de participar desta parceria. Acreditamos que são esforços conjuntos para prestigiar a cultura no país, contribuindo para enriquecer, construir novos saberes e maturidade da consciência cidadã. A imigração japonesa no Brasil é um tema importante, visto sua contribuição para o crescimento do país, em diversos segmentos, do econômico ao cultural. Através desta parceria, esta história pode chegar ao público baiano durante da 16ª Semana de Museus. O Pelourinho é local de referência histórica, o coração da Bahia, assim, trazer o tema de um povo do ‘outro lado da terra’, tem um significado muito grande, simbolizando a pluralidade cultural de um povo. O Pelourinho, nesta Semana dos Museus terá outras cores, um pouco das cores do Japão”, declara Lika Kawano, presidente da ANISA.

“A escolha desse tema estabelece um diálogo com o definido para a edição 2018 ‘Museus Hiperconectados: novas abordagens, novos públicos’. Nos permite trabalhar questões que envolvem as tecnologias, nossa conexão com o mundo, com outros povos, outras culturas, a busca por novos públicos utilizando linguagens específicas do tempo e espaço em que vivemos e atuamos. Abordar o tema Japão e mais especificamente a imigração é reconhecer a importância do povo japonês não só para o desenvolvimento econômico, mas também cultural do nosso país, pois além do trabalho, eles compartilharam sua arte, costumes, crenças, esportes e a sua tão apreciada gastronomia”, explica Fátima Santos, coordenadora da DIMUS.

16ª Semana de Museus – De 14 a 20 de maio acontece a 16ª Semana de Museus, evento cultural do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) em comemoração ao Dia Internacional de Museus, 18 de maio. O tema escolhido para esta edição, e que deverá ser abordado pelos museus participantes num total de 1.130 em todo país, é “Museus Hiperconectados – novas abordagens, novos públicos”. Em Salvador, o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, o Museu Tempostal, o Centro Cultural Solar Ferrão e o Laboratório de Educação Digital (LabDimus) – localizados no Pelourinho – participam em parceria com o Consulado Geral do Japão no Recife e a Associação Cultural Nippo-Brasileira em Salvador (ANISA) celebrando os “110 anos da Imigração Japonesa no Brasil”. O Parque Histórico Castro Alves (PHCA), localizado onde o poeta nasceu (Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo baiano) também participa. A Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC) é uma unidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). Confira a programação completa das unidades Dimus/Ipac no blog: https://dimusbahia.wordpress.com/16a-semana-de-museus/ .

PROGRAMAÇÃO ABERTURA

Data: 14 de maio de 2018 (segunda feira)

Horário: 14h

Roteiro: Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica / Museu Tempostal / Centro Cultural Solar Ferrão

 

MUSEU UDO KNOFF DE AZULEJARIA E CERÂMICA

“JAPOP: a cultura pop japonesa no Museu Udo Knoff” – exposição temporária de peças de cerâmica fria da cultura pop japonesa (Animês e Mangá) e exposição de poesias Haikai em vasos de cerâmica e azulejos (participação do Colégio Azevedo Fernandes).

Endereço: Rua Frei Vicente, 03, Pelourinho, Salvador/BA – (71) 3117-6389

Visitação: terça a sábado, das 13h às 17h

 

MUSEU TEMPOSTAL

Exposição Temporária: O Japão na Coleção do Museu Tempostal e o Acervo do Consulado Geral do Japão no Recife.

Endereço: Rua Gregório de Mattos, 33, Pelourinho – Salvador/BA – (71) 3117-6383

Visitação: terça a sábado, das 13h às 17h

 

CENTRO CULTURAL SOLAR FERRÃO

Exposição Temporária: Instrumentos Musicais Japoneses na Coleção de Emília Biancardi;

Mediação Especial da Etnomusicóloga Emília Biancardi;

Mostra da Oficina de Mangá – LabDIMUS;

Apresentação musical do Grupo Cultural Wadō;

Abertura Oficial da 16ª Semana de Museus – 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil.

Endereço: Rua Gregório de Matos, 45, Pelourinho – Salvador/BA – (71) 3116-6743

Visitação: terça a sábado, das 13h às 17h

 

PROGRAMAÇÃO SEMANA

Exposições e Mostras: de 15 a 19 de maio de 2018. Terça a sexta, das 10h às 17h e sábado, das 13h às 17h.

MUSEU UDO KNOFF DE AZULEJARIA E CERÂMICA 

“JAPOP: a cultura pop japonesa no Museu Udo Knoff” – exposição temporária de peças de cerâmica fria da cultura pop japonesa (Animês e Mangá) e exposição de poesias Haikai em vasos de cerâmica e azulejos (participação do Colégio Azevedo Fernandes)

MUSEU TEMPOSTAL

Exposição: O Japão na Coleção do Museu Tempostal e o Acervo do Consulado Geral do Japão no Recife.

CENTRO CULTURAL SOLAR FERRÃO

Exposição Temporária: Instrumentos Musicais Japoneses na Coleção de Emília Biancardi;

Mostra da Oficina de Mangá – LabDIMUS.

 

Oficinas e Diálogos:

Data: 14 de maio de 2018 (segunda-feira)

MUSEU UDO KNOFF DE AZULEJARIA E CERÂMICA

Oficina de biscuit para construção de personagens de animês com o artista plástico Gleidson Lima – 9h30 às 11h30

 

Data: 16 de maio de 2018 (quarta-feira)

CENTRO CULTURAL SOLAR FERRÃO

Oficina de Artes Marciais – 10h às 11h30

MUSEU UDO KNOFF DE AZULEJARIA E CERÂMICA

Oficina de Mosaico – estampas da cultura japonesa – 15h às 17h

 

Data: 17 de maio de 2018 (quinta-feira)

MUSEU UDO KNOFF DE AZULEJARIA E CERÂMICA

Oficina de Estamparia – com estampas da cultura japonesa na técnica de xilogravura – 9h às 11h30

CENTRO CULTURAL SOLAR FERRÃO

Oficina de Origami – 15h às 17h30

 

Data: 18 de maio de 2018 (sexta-feira)

CENTRO CULTURAL SOLAR FERRÃO

Oficina de Escultura em biscuit – 15h às 17h30

MUSEU UDO KNOFF DE AZULEJARIA E CERÂMICA

Bate-Papo com Cosplayers sobre a estamparia Pop Japonesa – a cultura tradicional e suas influências no presente;

Bate-papo com o Grupo KPopers baiano (com performance);

“Desfile” apresentação dos Cosplayers ;

Apresentação dos temas musicais dos animês com o Grupo POEMUSIK – e som mecânico.

Horário: 14h30 às 17h.

 

PARQUE HISTÓRICO CASTRO ALVES

Parque Histórico Castro Alves do IPAC 5

Praça Castro Alves, 106 – Centro – Cabaceiras do Paraguaçu (BA)
parquecastroalves@gmail.com – (75) 3681-1102 (71) 9998-81822

14/05 a 20/05 – 09h às 13h

EXPOSIÇÃO – Recepção do público a fim de demonstrar o funcionamento do Parque Histórico Castro Alves, com visitas mediadas ao museu, relatando a história e a importância do Poeta Castro Alves. Visitas mediadas à fonte e nascentes d’água visando alertar aos visitantes da importância do uso responsável da água. Trilhas ecológicas dentro do PHCA que tem como finalidade conscientizar para importância da preservação ecológica.

14/05 a 20/05 – 09h às 13h 

Acervo Sertões de Hansen Bahia

EXPOSIÇÃO – “Os Sertões de Hansen Bahia”. Uma parceria do Parque Histórico Castro Alves com a Fundação Hansen Bahia. Visitas mediadas à exposição. As características colocadas em suas gravuras são detalhes muitas vezes mitológicos explorados em determinada região. Na serie “Sertões”, o real e o imaginário popular se fundem na arte da xilogravura.

15/05 – 19h às 21h

SARAU – Sarau no Parque. Projeto visa atrair o público adulto ao Parque Histórico Castro Alves através de música e poesia em um fim de tarde com muita cultura e arte.

15/05 a 18/05 – 09h às 13h 

CONTAÇÃO DE HISTÓRIA – Com seu caráter educativo e cultural, o projeto “Sopa de Letras” consiste em contação de histórias, estimulando a prática da leitura e incentivando jovens a usarem amplamente a Biblioteca do Parque Histórico, sempre à serviço da comunidade.

15/05 a 20/05 – 10h

Boinho de Painho na Premiação 170 anos do aniversário de Castro Alves foto Fernando Barbosa

PERFORMANCE – Boinho de Painho. Apresentação do grupo cultural do PHCA. Uma representação do Boi Bumba, apresentada por jovens da comunidade visando resgatar nossa Cultura.

19/05 – 13h às 17h 

OFICINA DE PANDEIRO – Para os participantes do Grupo Cultural do PHCA, “Boinho de Painho”. Ministrada por Bel de Saubara.

 

MUSEU DE ARTE DA BAHIA

Roda de Conversa com a pesquisadora cubana Leidy Casimiro Rodrigués sobre “Os desafios da transição agroecológica em Cuba”. Quando: 17 de maio, 18h30

Debate e lançamento dos livros do escritor Jorge Nóvoa: “Olhares Sensíveis. As belezas das Cidades e suas Barbáries” e “Viver sem adoecer? A memória que se desvela no corpo”. Quando: 18 de maio, 17h30

Sábados Musicais no MAB apresentando o concerto de violão por Diego Esteves. Quando: 19 de maio, 5h

Espetáculo “Ponto e Vírgula”. Quando: 20 de maio, 17h

PALACETE DAS ARTES

Exposição “Diego e Frida: um sorriso no meio do caminho”.

“Encontro com o Yoga” com Carla Dantas. Quando: 20 de maio, 8h30 às 9h30

 Tango no Palacete. Quando: 20 de maio, 17h

 

Anúncios