População pode ajudar contra vandalismo no Passeio Público

Visita Técnica ao Passeio Público_SAM_1095

Um amplo programa de Educação Patrimonial será lançado no Passeio Público, em Salvador. A previsão é para final de setembro quando ocorrerá a campanha nacional ‘Primavera de Museus’ do Ministério da Cultura. A iniciativa é do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), da secretaria estadual de Cultura (SecultBA), que tombou e administra o Palácio da Aclamação, contíguo ao Passeio.

A ideia do IPAC é que ao entregar as obras emergenciais que está realizando no Passeio, a população possa colaborar no combate aos atos de vandalismo no local. Cidades europeias e americanas já têm os cidadãos como parceiros na luta pela proteção patrimonial. No Brasil, em Ouro Preto, Minas Gerais, os moradores coíbem vândalos que tentam destruir ou pichar monumentos, fiscalizando e chamando a polícia.

Visita Técnica ao Passeio Público_SAM_1083

Um dos exemplos de vandalismo no Passeio Público são as pichações em peças de mármore de Carrara. “Limpamos elas com produtos químicos, mas no outro dia são vandalizadas com tinta spray à óleo”, afirma a restauradora do IPAC, Célia Moura. O Palácio de 1917 também vem sofrendo com o vandalismo, tendo a fachada e a porta principal, em madeira de lei, pichadas.

ITÁLIAOs mármores do Passeio Público vieram de Carrara, na Toscana, norte da Itália. A pedra de Carrara é famosa desde Roma Antiga, quando utilizada no Panteão e, depois, em esculturas do Renascimento, como o ‘David’ de Michelangelo. “É fundamental que as pessoas entendam a complexidade e importância dessas peças que existem para usufruto de todos”, ressalta a especialista do IPAC. Segundo ela, o uso constante de removedor para retirar pichações pode estragar o mármore definitivamente.

Inaugurado em 1810 pelo 8º Conde dos Arcos, Dom Marcos de Noronha e Brito, então governador da Bahia (1810–1918), o Passeio Público já foi um dos espaços mais importantes da capital, como local de lazer e contemplação. Hoje, a área sofre com a depredação de estátuas, que tem suas faces quebradas e pichadas, destruição de bancos, luminárias, calçamentos e de espécies da flora.

O IPAC promoverá cursos de educação patrimonial para seguranças do local e integrantes da Polícia Militar (PM) que utilizam a área. A ação integra as diretorias de Museu (Dimus) e de Preservação do Patrimônio (Dipat). Os ministrantes serão arquitetos, historiadores e museólogos que abordarão a riqueza histórica e urbano-paisagística do Passeio.

#MUSEUCUIDOO IPAC também trará a campanha #MusEuCurto promovida desde maio deste ano via parceria entre Secretaria de Comunicação (Secom) e SecultBA. “No final de setembro lançaremos a campanha ‘Primavera de Museus’ no Passeio Público com a hashtag #MusEuCuido”, informa o assessor de comunicação do órgão, Geraldo Moniz de Aragão. Segundo ele, serão veiculadas peças em rádios, internet e redes sociais.

Visita Técnica ao Passeio Público_SAM_1093

“Além de maior visitação nos museus do IPAC, a campanha #MusEuCuido pretende provocar a consciência participativa da população para a preservação desses espaços, evitando a depredação e o vandalismo”, adianta Moniz de Aragão.  O Passeio está incluso pois é considerado um ‘museu a céu aberto’. “Implantaremos ainda um projeto de sinalização que contará as histórias do Palácio, Passeio e Teatro Vila Velha, além de trazer a identificação botânica”, diz o coordenador de Design do IPAC, Helder Florentino.

O IPAC está aberto a sugestões e parcerias para a proteção do Passeio Público. Informações sobre a campanha, cursos de educação patrimonial ou para ajudar nas ações, deve-se procurar a diretoria de Museus no telefone (71) 3117-6447, ou no Aclamação, das 9h às 12, e de 13h às 18h.Sobre obras do IPAC nos telefones (71) 3116-6731 e 3116-6726, ou endereço eletrônico dipro.ba@ipac.ba.gov.br. Acesse www.ipac.ba.gov.br, o facebook ‘Ipacba Patrimônio’ e o twitter ‘@ipac_ba’.

Anúncios

Uma resposta em “População pode ajudar contra vandalismo no Passeio Público

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s