Mediação de Literatura na pauta do #MUSEUCURTOARTE

unnamed

A literatura será a próxima linguagem artística de mediação de público do projeto #MusEuCurtoArte, de dinamização artística de museus. Nos dias 13 e 27 de setembro (domingos), das 14h às 18h, acontece a programação gratuita da ação #MusEuCurtoLiteratura, no Museu de Arte da Bahia – MAB (Corredor da Vitória). Entre as atrações, o Encontro de Saraus irá promover o intercâmbio entre agentes da periferia de Salvador, refletindo como escritores usam a arte, especialmente a poesia, para enfrentar problemas sociais. O evento ainda conta com apresentação dos projetos O Livro Viajante e Madre Livros, este escrito por filhos de pescadores e/ou marisqueiras de Madre de Deus, além da oficina “Sarau da Onça pendurando saberes poéticos na literatura marginal”.

O #MusEuCurtoArte é realizado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB e pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia – IPAC, unidades da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). “A proposta do MusEuCurtoLiteratura é criar diálogos, tanto entre os diversos campos dentro da literatura, que vão desde o texto escrito, passando pela oralidade e características visuais, estendendo este diálogo entre artistas e público, aproximando-os”, considera Karina Rabinovitz, coordenadora de Literatura da FUNCEB.

Programação

A programação é ampliada para crianças e adultos, a começar pela apresentação do livro gigante O Menino  Estripulia e a Língua que fugiu com o Circo, do Projeto Livro Viajante, contemplado no Edital Setorial de Literatura da FUNCEB – 2013/2014, que, das 14h às 16h, integra a programação do dia 13. Dentro desta programação a autora Danielle Andrade vai falar sobre o projeto e contar histórias.

Também a partir das 14h, o público pode participar da oficina “Sarau da Onça pendurando saberes poéticos na literatura marginal”, que tem o objetivo de trabalhar o exercício da literatura para a cidadania, tendo como elemento central a poesia, utilizando-a como forma de comunicação e sensibilização.

Das 16h às 18h o Encontro de Saraus reúne membros do Sarau da Onça (Sussuarana), Sarau da Praça (Itapuã) e Sarau do Gueto (Gamboa). Os Saraus que acontecem nas periferias de Salvador vêm proporcionando aos moradores da capital um novo percurso cultural, com muita música, dança, teatro, lançamentos de livros e videoclips, entre outros. Para estes jovens, a poesia é uma grande arma contra o racismo, a homofobia e, principalmente, contra o genocídio da população negra da cidade.

Na edição do dia 27 de setembro, Dia de Cosme e Damião, o programa será aberto, das 14h às 16h, pelo Projeto Madre Livros, com lançamento de O Sirizinho Aventureiro, escrito justamente por sete crianças, filhos de pescadores e/ou marisqueiras do município baiano de Madre de Deus, durante as oficinas do Projeto Madre Livros, contemplado no Edital Setorial de Literatura da FUNCEB – 2012/2013. Os sete autores mirins virão de Madre de Deus, especialmente para a atividade, neste Dia de Cosme e Damião, que contará com leitura do livro e exposição das ilustrações.

Das 14h às 16h o público poderá participar, mais uma vez, da oficina “Sarau da Onça pendurando saberes poéticos na literatura marginal”. E o Encontro de Saraus ganha nova edição na mediação, das 16h às 18h, nesta data reunindo membros do Sarau da Onça (Sussuarana), Sarau do Jaca (Cajazeiras) e Sarau Enegrecencia (Baixa dos Sapateiros).

#MUSEUCURTOARTE – O projeto utiliza equipamentos públicos para abrigar programação relacionada às linguagens artísticas. Em julho, o Museu de Arte da Bahia acolheu ações voltadas para dança, primeira linguagem da sequência do projeto. Serão mais doze domingos da programação, com cada linguagem coordenada pela FUNCEB – música teatro, literatura, audiovisual, circo e artes visuais -, ocupando, cada uma, dois domingos do cronograma. Uma equipe com mais de 20 técnicos estaduais da Funceb e do Ipac idealiza a programação, atendendo à demanda de ocupação de espaços públicos por parte de público e realizadores. Além de eventos, a proposta é disponibilizar espaço para ensaio de grupos cênicos.

O aumento do diálogo com a sociedade e a dinamização artística de equipamentos públicos tem como objetivo incentivar o maior uso e sentimento de pertencimento da população para com esses equipamentos.

PROGRAMAÇÃO

Dia 13/9

14h às 16h – Projeto O Livro Viajante.  Apresentação do livro gigante “O Menino  Estripulia e a Língua que fugiu com o Circo” – processo de realização e contação de histórias, com Danielle Andrade

14h às 16h – oficina “Sarau da Onça pendurando saberes poéticos na literatura marginal”

16h às 18h – Encontro de Saraus. Sarau da Onça (Sussuarana), Sarau da Praça (Itapuã), Sarau do Gueto (Gamboa)

Dia 27/9

14h às 16h – Projeto Madre Livros. Lançamento do livro “O Sirizinho Aventureiro” Escrito por sete crianças, filhos de pescadores e/ou marisqueiras do município baiano de Madre de Deus.
14h às 16h – oficina “Sarau da Onça pendurando saberes poéticos na literatura marginal” 
 16h às 18h – Encontro de Saraus. Sarau da Onça (Sussuarana), Sarau do Jaca (Cajazeiras), Sarau Enegrecencia (Baixa dos Sapateiros)

Serviço:

#MUSEUCURTOARTE/#MuseuCurtoLiteratura

Onde: Museu de Arte da Bahia, Corredor da Vitória, Salvador.
Quando: 13/9 e 27/9, a partir das 14h

Ingresso: Gratuito

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s