Cortejo da Escola de Dança da FUNCEB desfila no Passeio Público

Exibindo Escola de Dança [Foto por Thamires Tavares] (17).jpg

Entrega de obras de conservação do espaço será marcada por apresentações culturais abertas ao público

                                                                                  

O bicentenário Passeio Público passou por obras de reformas emergenciais e será entregue à população baiana no dia 27 de setembro, domingo, a partir das 10h, com autoridades e ampla programação cultural. A entrega desta etapa de Conservação Preventiva do Passeio Público irá aglutinar ações do projeto #MuseuCurtoArte, do #MusEuCurto, além do #MusEuCuido. O Cortejo da Escola de Dança da FUNCEB vai representar a rica cultura do estado, reunindo diversas manifestações populares pelo espaço preservado.

Marujada, Maculelê, Lindroamor, Puxada de Rede, Terno de Reis, Boi Vaqueiro, Capoeira, expressões da cultura do estado, serão representadas no desfile ao som do Quabales, grupo percussivo do Nordeste de Amaralina que extraem som até de tampas de latas de lixo. Os músicos se posicionam à frente do Cortejo fazendo performances de teatro e dança, como o break.

O Cortejo da Escola de Dança da FUNCEB é um desfile colorido, que reflete a identidade cultural baiana, reconhecendo, valorizando e disseminando suas origens e diversidade, na perspectiva de uma educação integral, democrática e cidadã. O Cortejo é apresentado em várias partes do estado e todo ano celebra o Mês da Cultural Popular, agosto, com caminhada no Terreiro de Jesus. A escola de Dança é mantida pelo Centro de Formação em Artes (CFA) da FUNCEB.

Frutos de parceria

O projeto #MusEuCurtoArte é realizado em parceria pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) e Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidades da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) que vem desenvolvendo ações de dinamização de museus. A parceria Funceb/Ipac está iniciando agora uma nova etapa. “Outras possibilidades se abrem com a requalificação do Passeio Público e do Jardim do Palácio da Aclamação enquanto espaços para fruição de arte e, consequentemente, novas oportunidades para os artistas que serão chamados a propor seus projetos de ocupação”, considera Fernanda Tourinho, diretora da FUNCEB .

O #MusEuCurtoArte foi iniciado com as atividades de mediação em arte das diversas linguagens no MAB e a ocupação do Palacete das Artes  com corpos estáveis da FUNCEB – BTCA e OSBA. No espaço da Graça está sendo realizada a exposição A Bahia É África Também e os diálogos sobre o universo afrobrasileiro nas artes.  Com a abertura do Passeio Público podem ser apresentados os resultados da Escola de Dança e do Núcleo de Formação em Artes. “São ações propostas pelo Centro de Formação em Arte da FUNCEB em sua perspectiva de ampliação do conceito de formação que pretende envolver toda a cadeia produtiva, inclusive a formação do público”, detalha Fernanda.

Usufruto de espaço

A programação cultural do próximo domingo marca o início do usufruto do espaço no centro da cidade, com atividades calendarizadas que devem receber, além de baianos, bom número de turistas. Como o Passeio Público está contíguo ao Palácio da Aclamação, prédio administrado e tombado pelo IPAC, o diretor do Instituto, João Carlos Cruz de Oliveira explica que foi assumido “o desafio de melhorar a manutenção do local, para entregá-lo de volta à população e permitir o uso de projetos educativos, artísticos e de lazer”.

A ideia do IPAC é que, ao entregar as obras emergenciais que está realizando no Passeio, a população possa colaborar no combate aos atos de vandalismo no local. Também no domingo será lançado o Projeto de Sinalização Histórica e Botânica, pela programação Primavera dos Museus.  Ana Liberato, diretora da Diretoria de Museus (DIMUS) do IPAC, considera que esta  e outras iniciativas servirão para mostrar a importância de preservação do lugar. “Com isso, fortalecemos identidade e cidadania, destacando o que, porque e para quem é preservamos os espaços públicos e seus monumentos”, diz.

Histórico

O Passeio Público foi inaugurado em 1810 pelo 8º Conde dos Arcos, Dom Marcos de Noronha e Brito, então governador da Bahia (1810 – 1918). Ornado de flores e árvores frutíferas, transforma-se num importante espaço de lazer e local onde aconteciam grandes festas populares. O terreno foi adquirido para esse fim em 1803 pelo governador da Bahia na época, Francisco da Cunha e Menezes.

Em 1815, foi inaugurado no Passeio Público o primeiro monumento lápide da Bahia: um obelisco de forma piramidal, em mármore português, comemorativo da passagem do Príncipe Regente (Dom João VI) e da família real portuguesa por Salvador em 1808. Por ocasião da visita do Imperador Dom Pedro II (1859), foram plantadas no Passeio Público as palmeiras imperiais, seguidamente a construção do coreto, onde se apresentavam as bandas militares nas noites de sexta-feira e nas tardes de domingo.

Em 1913, o governador J. J. Seabra transfere o obelisco para a Praça da Aclamação, ocupando o lugar de outro monumento: o busto do primeiro governador eleito da Bahia (1892 – 1896) – transferido, por sua vez, para o Largo da Vitória. A construção da residência oficial dos governadores reduziu o espaço físico do Passeio Público, ficando separado da Praça da Aclamação por um muro divisório, decorado com bustos femininos.

Na administração do governador Francisco Marques de Góes Calmon (1925) o Passeio Público foi beneficiado com ampla reforma e instalação de um parque infantil. Nas três décadas seguintes, abrigou importantes espaços de arte e cultura: o programa Hora da Criança, do professor Adroaldo Ribeiro Costa; a Galeria Oxumaré, inaugurada em 1952, pelo professor Carlos Eduardo da Rocha; a Boate Manhattam e o Restaurante Perez, em 1955; a primeira companhia teatral profissional da Bahia, “Companhia Teatro dos Novos”, sob a direção do professor João Augusto (1959), local cedido pelo governo do Estado para depois abrigar o Teatro Vila Velha (1964).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s