Cinemark participa da campanha #MusEuCuido no Passeio Público

A campanha de conscientização #MusEuCuido do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), que será lançada no Passeio Público, domingo, dia 27, às 10h, no Campo Grande, em Salvador, tem apoio da rede Cinemark de cinemas (ver FOTOS), com distribuição de impressos publicitários. O público frequentador da rede de cinemas em Salvador chega aos milhares. São 5.687 salas espalhadas em 14 países, e 71 complexos com 553 salas no Brasil.

#MusEuCuido.Cinemark.IPAC (2)

O #MusEuCuido busca a consciência participativa dos frequentadores do Passeio Público para a preservação do espaço. A ideia surgiu em maio (2015), quando foram iniciada a conservação no local. A campanha conta com apoio das secretarias estaduais de Comunicação (SECOM) e de Cultura (SecultBA). Cidades europeias e americanas já têm os cidadãos como parceiros na proteção patrimonial. No Brasil, em Ouro Preto (MG), moradores coíbem vândalos que tentam pichar monumentos, fiscalizando e chamando a polícia.

“Encontramos estátuas e esculturas quebradas e pichadas, assim como as paredes, portões, muros e peças artísticas de mármore”, diz a restauradora do IPAC, Célia Moura. Segundo a especialista do IPAC, as peças de mármore do Passeio Público são do século XIX e início do XX, e vieram de Carrara, cidade da Toscana, norte da Itália. “As pichações só são retiradas com produtos químicos especiais corrosivos; limpamos um dia, e no outro as estátuas já estavam vandalizadas com tinta spray à óleo”, afirma. Narizes e orelhas também foram quebrados e arrancados por vândalos.

PasseioPúblico.estátua

EDUCAÇÃO PATRIMONIAL A campanha #MusEuCuido pretende explicar a importância e história dos espaços públicos e obras de arte de museus para a Bahia e Brasil, mostrando a responsabilidade de cada cidadão na conservação desse acervo para as futuras gerações. O Passeio Público é considerado um museu à céu aberto, e o IPAC também administra o Palácio da Aclamação, Museu de Arte Moderna (MAM), Palacete das Artes, Centro Cultural Solar Ferrão, e o Museu de Arte (MAB), dentre outros.

No mesmo dia e horário do #MusEuCuido, o IPAC anuncia o projeto de Sinalização Histórica e Botânica do Passeio Público e o Curso de Educação Patrimonial para 160 vigilantes patrimoniais e cerca de 340 integrantes do 18° Batalhão e Batalhão Turístico da Polícia Militar (PM). Os ministrantes serão arquitetos, historiadores e museólogos do IPAC que abordam a riqueza histórica e urbano-paisagística do Passeio.

“É fundamental que as pessoas entendam a importância do Passeio Público para usufruto de todos”, ressalta a restauradora do IPAC, Célia Moura. Segundo ela, o uso constante de removedor para retirar pichações pode estragar o mármore definitivamente. Mais informações sobre eventos no Passeio Público na Dimus/IPAC, via telefones (71) 3117-6447 e 3117-6445. Sobre o IPAC no site www.ipac.ba.gov.br. Sobre museus no link www.ipac.ba.gov.br/museus. Acesse ainda o Facebook ‘Ipacba Patrimônio’ e o Twitter ‘@ipac_ba’.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s