Conselheiros de cultura participam da Festa Literária de Cachoeira

Exibindo FOTONA.jpg

Começa nesta quarta-feira, 14, e segue até o dia 18, a Festa Literária de Cachoeira (FLICA), no Recôncavo baiano. O evento, em sua quinta edição, contará com a participação de quatro integrantes do Conselho Estadual de Cultura. Estão na programação oficial do evento os conselheiros Aurélio Schommer e Jorge Baptista Carrano. Já os conselheiros Zulu Araújo e João Carlos de Oliveira estão à frente de iniciativas coordenadas, respectivamente, pela Fundação Pedro Calmon (FPC) e Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC).

Curador geral da Flica, o conselheiro Aurélio Schommer defende que os cinco anos do evento “simbolizam o diálogo da produção literária baiana com o mundo”. O homenageado deste ano é o escritor baiano Antônio Torres, que ocupa a cadeira 23 da Academia Brasileira de Letras, posto que tem como patrono José de Alencar e foi outrora ocupado por nomes como Machado de Assis, Octavio Mangabeira, Jorge Amado e Zélia Gattai.

“Trazemos referências para os escritores da Bahia que vislumbram a extrapolação de território”, completou Schommer, que mediará algumas mesas literárias dentro da programação do evento.

Na quinta-feira, 15, o conselheiro Jorge Baptista Carrano será mediador no debate Outras Leituras, que terá como tema Bibliodiversidade – Entre políticas e práticas de Leituras: o livro e a biblioteca. Fazem parte do encontro a diretora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, Cristina Santos, e o diretor do Livro e Leitura, João Vanderlei de Moraes Filho, ambos vinculados à Fundação Pedro Calmon (FPC).

O evento será no Espaço Educar Para Transformar, montado na Casa do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), na praça próxima à Câmara Municipal de Cachoeira.

PROGRAMAÇÃO – A quinta edição da festa terá uma programação especial voltada para as crianças, apresentações musicais em todos os dias de evento, além de diferentes encontros literários. O evento também estimula as pessoas a levarem livros usados como doação para a biblioteca comunitária Sociedade Unificadora de Professores – SUP, primeira associação da classe de educadores da Bahia.

A Fundação Pedro Calmon mantém diversas ações na programação da Flica. O conselheiro de cultura Zulu Araujo, diretor da instituição, estará no evento todos os dias. No lançamento oficial da festa, nos dias 18 e 19 de setembro, no espaço Caixa Cultural, em Salvador, ele conduziu a mesa literária Muitas andanças, um só rumo. A pauta eram os dramas humanos, permeados por esperanças e conquistas, com a participação de Ana Maria Gonçalves e Daniel Thame.

Já na sexta-feira, 16, às 14 horas, no claustro da Ordem 3ª do Carmo, ocorre o  lançamento do livro “Terreiros de Candomblé de Cachoeira e São Felix”. A publicação é uma adaptação do ‘Dossiê de Registro Especial’ que o IPAC elaborou para a proteção oficial de 10 terreiros em Cachoeira e São Félix. São 244 páginas, mais de 250 fotos coloridas, mapas, ilustrações e infográficos.

“Esses terreiros receberam uma proteção ainda inédita no Brasil, que é o ‘registro especial’ que contempla as condições simbólico-antropológicas dos terreiros e um ‘plano de salvaguarda’ com metas, objetivos, regras e ações de proteção a curto, médio e longo prazos”, afirma o conselheiro de cultura João Carlos de Oliveira, diretor geral do IPAC.

Nesta edição, o Governo do Estado ampliou sua atuação na Flica, com a participação articulada de diferentes secretarias e órgãos para o desenvolvimento de atividades relacionadas às áreas de educação, cultura e turismo. A maior parte da programação vai acontecer no Espaço Educar para Transformar, localizado em frente à Câmara Municipal de Cachoeira.

O público poderá conferir lançamento de livros, exposições, contação de histórias e saraus, entre outros eventos. O governo também é um dos responsáveis pela viabilização da festa, através do programa de incentivos fiscais Fazcultura, uma parceria das secretarias estaduais de Cultura e da Fazenda. O evento conta, ainda, com patrocínio da Coelba e da Oi e apoio cultural da Oi Futuro, da Prefeitura Municipal de Cachoeira, do Sebrae e da Odebrecht.

Clique aqui e confira a programação oficial da Flica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s