Projeto “Nossa História: Quem Somos” une LabDimus e Museu Tempostal à comunidade do Pelourinho

LabDimus_NossaHistória_Encontro3(1)

O LabDimus (Laboratório de Educação Digital: Museu, Arte e Cultura)  promove, em parceria com o Setor Educativo do Museu Tempostal (Rua Gregório de Matos, Pelourinho), o projeto “Nossa História: Quem Somos”, junto a jovens moradores da comunidade do Pelourinho. A partir do questionamento “O que é pertencer ao Pelourinho?”, o objetivo do projeto é estimular a comunidade a compreender, através do reconhecimento da sua história, o seu papel social, partindo de questões referentes à memória e identidade. Perante um processo que inclui rodas de conversas, apresentação de lendas africanas, contextualização de obras de arte e heranças gastronômicas, a atividade busca levar os jovens estudantes a elaborarem novos sentidos e significados  sobre fatos históricos, em que eles deverão chegar ao reconhecimento e valorização do Pelourinho, desenvolvendo um novo olhar sobre o passado e o presente.

LabDimus_NossaHistória_Encontro1(2)

A programação, que teve início em 30/09, já contou com a realização de trabalhos em lugares diversos, como a Casa do Benin e o Museu Gastronômico do SENAC, colocando em pauta os assuntos ligados à história do povo africano no Brasil. A próxima atividade acontecerá nesta quarta-feira (28/10), às 10h, no Museu Casa de Jorge Amado, em que serão apresentadas obras do autor, destacando a história dos personagens e sua inserção no Pelourinho. Em 04/11, às 9h, na Praça Municipal, os estudantes participarão de uma roda de conversa, que abordará a historia da fundação e expansão da cidade de Salvador ao longo dos anos . O projeto se encerra no dia 18/11, às 09h, no Colégio Estadual Azevedo Fernandes, no qual um vídeo produzido pelo LabDimus exibirá todo o trabalho desenvolvido junto à comunidade, mais uma vez levantando o questionamento: “O que é pertencer ao Pelourinho?”

“É extremamente importante promover a valorização da história local e dos espaços culturais, que são considerados dispositivos de inclusão social e cidadania. Por meio do desenvolvimento de atividades nos mesmos, podemos despertar o interesse do público para com a história do lugar em que vivem”, explica Ana Liberato, diretora da DIMUS.

LabDimus_NossaHistória_Encontro2(8)

O LabDIMUS desenvolve atividades direcionadas às novas mídias digitais, propondo, executando e avaliando as oficinas que desenvolve. Buscando atividades com grupos escolares e público em geral, o LabDIMUS faz a interlocução entre as novas tecnologias e as coleções em exposição nos museus da DIMUS. Com isso, pretende manter o intercâmbio com as instituições de ensino de forma interdisciplinar, contribuindo para a melhoria da educação formal a partir da promoção de oficinas de interesse de professores e estudantes. As atividades integram as diversas linguagens da comunicação: sonora, visual, impressa e audiovisual.

O LabDimus e o Museu Tempostal integram a Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), unidade vinculada a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s