Em busca de inovações, museus baianos marcam presença em evento

20151028_evento_auditorio_SEBRAE3_fotografoRaulGolinelli

Com as intensas mudanças na forma de consumir cultura, os museus e demais equipamentos culturais no mundo todo estão transformando a sua maneira de dialogar com o público. De olho nesta tendência, representantes de diversas instituições baianas compareceram à sétima edição dos Encontros Criativos, nesta quarta-feira, dia 28, no auditório do Sebrae Bahia, em Salvador. A convidada do encontro foi Mireia Mascarell, gestora de Projetos de Cultura e Turismo da Fundação Barcelona Media – Eurecat.

No evento, realizado em parceria entre o Sebrae e a Barcelona Media Inovação Brasil (BMiBrasil), Mireia destacou a importância de valorizar a experiência vivida pelos visitantes dos espaços culturais. “As indústrias criativas e culturais devem se basear nisso, pois cada vez mais as pessoas precisam viver experiências memoráveis nestes ambientes”, explicou, ressaltando que é preciso definir qual é o principal objetivo da instituição para, assim, definir estratégias adequadas. “Temos que personalizar o conteúdo. O museu não é um livro aberto, mas um espaço de experiência”.

A gestora de projetos ainda compartilhou casos de sucesso de diversas instituições internacionais, como o museu Tate Modern, em Londres, que com o aplicativo Magic Tate Ball aumentou a interatividade com os visitantes para além dos muros da instituição. Com ele, o usuário agita o celular e uma “bola mágica” no aplicativo identifica o dia, local e clima em que está sendo usado, apresentando uma obra de arte que tenha a ver com o ambiente. Mireia também destacou a necessidade de pensar no público infantil e apresentou os exemplos americanos do Cleveland Museum of Art, que com uma câmera de reconhecimento facial apresentava em uma tela uma obra de arte que se parecesse com a expressão feita pelo usuário; e do Metropolitan Museum of Art (MET), que promoveu o jogo interativo Murder at the MET (Assassinato no MET), aos moldes do jogo de tabuleiro Detetive.

Mireia também lembrou que nem sempre a inovação é tecnológica, mas na relação com a comunidade e seu entorno. No Brasil, a gestora elogiou a dinâmica do Museu da Gente Sergipana, em Aracaju; a interação entre natureza e arte do Instituto Inhotim, em Brumadinho, Minas Gerais; a representação da comunidade no Museu da Favela, no Rio de Janeiro; e o projeto arquitetônico sustentável do Centro Sebrae de Sustentabilidade, em Cuiabá, no Mato Grosso.

Instituições baianas refletiram sobre o tema

A diretora dos Museus do Estado da Bahia (DIMUS), Ana Liberatto, elogiou a iniciativa do encontro. “Ficamos muito felizes, porque muitas coisas que foram faladas nós já estamos fazendo. A nossa inovação atualmente tem sido mais no nível de ação com a comunidade, a tecnológica estamos estudando para incluir aos poucos”, disse Ana, destacando um exemplo baiano.

“Temos o museu de Cabaceiras (do Paraguaçu, no Recôncavo Baiano), que faz um trabalho com a comunidade da região, com uma visitação enorme e atividades relacionadas à literatura e teatro”, explicou. “As crianças estão se desenvolvendo com isso. As atividades culminam no aniversário de Castro Alves, com um concurso de declamação de poemas, que conta com a participação até de crianças de 5 anos”.

Para o diretor geral do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), João Carlos de Oliveira, “o objetivo é transformar a visão das pessoas em relação a esses equipamentos. “Eles são dinâmicos, essa ideia de que museu é estático, que você só vai ver coisa velha, é algo que a gente quer romper de uma forma profunda” ,defendeu, destacando que a relação da sociedade com esses espaços é fundamental para a dinâmica do espaço urbano. Dentre as intervenções já realizadas na nova gestão, João Carlos destaca a requalificação do Passeio Público, que, segundo ele, tinha 90% de seus danos provenientes de ações de vandalismo e, após a ação, é uma das pautas mais procuradas no IPAC.

Também estiveram presentes no evento representantes de outros equipamentos culturais baianos, como o diretor do Museu de Arte da Bahia (MAB), Pedro Arcanjo; a gerente de sítios históricos da Fundação Gregório de Matos, Milena Tavares; e o administrador do Museu Náutico da Bahia, Reuben Bello Costa.

Empresa baiana aposta em inovação para espaços culturais

Para mostrar aos empreendedores e gestores da área uma opção de inovação oferecida em Salvador, o evento contou com um espaço com TV, que mostrou resultados do Cubo Show, equipamento lançado em setembro pela produtora baiana Cidade da Música. Em ação de estreia no Shopping da Bahia, o equipamento abrigou shows de diversas personalidades, que podiam ser acompanhados pelo público por meio de headphones. “O cubo é um equipamento acústico, como um estúdio feito de vidro, que você pode colocar em qualquer local e oferecer conteúdos como palestras, teatro, gravações de TV e rádio, sem afetar o ambiente”, explica o produtor Jonga Cunha. “É uma solução para entretenimento ao vivo, sem agredir o direito ao silêncio, que todo mundo tem”, complementa o empresário Flávio Souza, sócio da produtora, mostrando que a inovação é uma opção para ambientes que habitualmente requerem silêncio, como museus.

A técnica do Sebrae, Luciana Santana, explica que os Encontros Criativos buscam sempre mostrar como as parcerias público-privadas podem trazer benefícios para o setor criativo. “Entendemos que precisamos ter a iniciativa pública produzindo conteúdos e estratégias que façam esta abordagem de inserção da economia criativa como uma lógica de desenvolvimento econômico; e a iniciativa privada, pois são as empresas e empresários dos setores criativos que vão fazer essa complementação estratégica, para implementarmos soluções e ações na cidade”, conta. A próxima edição dos Encontros Criativos acontecerá no dia 2 de dezembro, e terá como tema “Salvador como ecossistema criativo”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s