Nova edição do Pós-Lida traz Antonio Risério | MAM-BA

Em edição dedicada a prosa e poesia, o Pós-Lida de número 59 mistura esse gênero com música, na próxima quinta-feira, 26, às 19h30, na Capela do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA).

AntônioRisério

O evento, idealizado e conduzido por James Martins, convida desta vez o antropólogo, poeta, ensaísta Antonio Risério e a banda do Companheiro Mágico. Após as apresentações o microfone é aberto ao público.

Participações e mistura

Desde o início, em 2012, a organização do Pós-Lida, centrada na poesia, não é ortodoxa e trata dos seus diferentes modos de expressão, assim como agrega outras linguagens, como música, dança, teatro, fotografia e design.

A proposta é reunir pessoas para recitar prosa e poesia, fora das abordagens tradicionais, com espaço para participação da plateia, que também pode interagir.

Já participaram de edições anteriores convidados como o poeta e professor Jorge Portugal, o tradutor Paulo César de Souza, o compositor Cláudio Rennó,o músico mineiro Felipe José, Dicinho, Germano Machado, Arlete Soares, Cézar Mendes, Roberto Sant’ana, Karina Rabinovitz, Gil Vicente Tavares, Nildão, Wladimir Cazé, Augusto de Campos, Glauco Mattoso, Letieres Leite, Aldo Brizzi, Tuzé de Abreu, Igor Kannário e Gilberto Gil.

 

Conheça o participante

Antonio Risério nasceu na Bahia, em 1953. Fez política estudantil em 1968 e mergulhou na viagem da contracultura. Implantou a televisão educativa, as fundações Gregório de Mattos e Ondazul e o hospital Sarah Kubitschek, na Bahia. Fez o projeto para a implantação do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo.Tem feito roteiros de cinema e televisão. Diversas composições suas foram gravadas por estrelas da música popular brasileira. Integrou os núcleos de estratégia e criação das duas campanhas de Lula à presidência da República. Escreveu, entre outros, os livros Carnaval Ijexá (Corrupio, 1981), Caymmi: Uma Utopia de Lugar (Perspectiva, 1993), Textos e Tribos (Imago, 1993), Avant-Garde na Bahia (Instituto Pietro Bardi e Lina Bo, 1995), Oriki Orixá (Perspectiva, 1996), Ensaio sobre o Texto Poético em Contexto Digital (Fundação Casa de Jorge Amado, 1998) e Uma História da Cidade da Bahia (Versal, 2004).

 

Serviço

PL 59 – James Martins convida Antonio Risério & a banda do Companheiro Mágico

Dia 26/11, às 19h30, na Capela do MAM-BA

Confirme presença: https://goo.gl/Vqgb11

Atividade gratuita

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s