Espetáculo é construído a partir de sugestões do público

TRIPA_const_25Plataforma TRIPA, apoiada pelo Fundo de Cultura da Bahia, lançará espetáculo construído colaborativamente a partir da participação do público

Um grupo de artistas saiu às ruas de Salvador para saber o que o público gostaria de ver num espetáculo artes cênicas. Das muitas contribuições inusitadas que surgiram dessa escuta pública, que também envolveu uma campanha na internet, os artistas estão criando o espetáculo Das Tripas Coração com colaboração de Neto Machado. A iniciativa compõe o conjunto de ações da Plataforma TRIPA – Trilogia do Patrocínio, que visa discutir as relações do artista, das obras com as fontes de financiamento (Estado, iniciativa privada e o público). As apresentações acontecerão de 26 a 29 de novembro, quinta a sábado, às 10h e às 15h, na Praça da Piedade. O projeto TRIPA – Trilogia do patrocínio apoiado pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA), mecanismo de patrocínio cultural da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e Secretaria da Fazenda (Sefaz), através de edital Demanda Espontânea 2014.

Das Tripas Coração é o espetáculo resultante do processo de discussão e proposição criativa no qual a matéria prima foram proposições do público, considerando questões referentes às relações entre criação artística e público. Das Tripas Coração conta com os performers Felipe Benevides, Isaura Tupiniquim, Jorge Oliveira, Lia Lordelo, Marcio Nonato e Rafael Rebouças, que em agosto realizaram a intervenção Garota Micro-Lyns como parte do processo artístico para criação de uma obra artística, compartilhada com o público. A iniciativa foi idealizada por Rafael Rebouças, coordenador da Plataforma Tripa, que pensou em colocar o público num lugar propositivo e como financiador da obra também com suas ideias. “Criar uma obra com o público faz sentido porque ele um dos agentes que influenciam a criação artística através do fomento e do financiamento. É o público consumidor – este é um dos principais destinatários da arte e por isso, seu papel é tão importante na criação” explica o artista.

Durante a intervenção urbana, os artistas convidaram pessoas na Praça da Piedade a criar, dar sugestões e participar. “As proposições foram diversas e com elas, sob a colaboração de Neto Machado, estamos preparando um modo de infiltração no espaço urbano, lugar de excelência, ambiente cotidiano de convivência entre passantes, comerciários, ambulantes, carros, baianas de acarajé, vendedores de picolé e arte – porque não?!” pontua Rebouças.

Os artistas selecionaram as falas e sugestões do público, construindo uma edição a partir das proposições dadas. Por meio da residência artística Infiltrações, concluem o processo iniciado em agosto com a formatação do espetáculo que será apresentado ao público, em processo. “Entre o céu e a terra, personagens, situações cotidianas, excessos, devaneios poéticos e partilha de desejos num espetáculo feito entre público e artista, compartilhado desde sempre. A arte de todo dia” acrescenta o coordenador.

O projeto apoio cultural da Along’Vida, produção da Pequena Sala de Ideias e realização da Produção Encruzilhada.

TRIPA_const_19

 

BATE PAPO – Além das apresentações do espetáculo Das Tripas Coração, a iniciativa também contará com um bate-papo para discutir as relações entre obra de arte, processo de criação e público. Intitulado Boca Livre, a discussão vai reunir os artistas Daniel Guerra, Jorge Oliveira, Neto Machado, Kátia Najara e toda equipe do TRIPA, contará com saborosos petiscos de rua, elaborados pela Chef Katia Najara e geladinhos, da linha Geladinho da Galega. A ação acontecerá no Porto da Barra, no dia 25 de novembro, a partir das 17h. Quem estiver interessado em trocar ideias poderá chegar e participar da roda de conversa.

A proposta deste encontro é reunir artistas, produtores, gestores, fazedores e consumidores de arte de uma maneira geral para trocar experiências e discutir as relações da arte com o público sob diferentes perspectivas. Refletir sobre os atuais contornos das práticas artísticas em relação ao financiamento no melhor estilo descontraído, com bons encontros e boa conversa. Estamos interessados em ouvir, falar e colocar em movimento assuntos referentes à arte nos dias de hoje e isso te interessa – à boca livre.

O Trilogia do Patrocínio é uma Iniciativa multilinguagem integra artistas em ações de discussão, reflexão e criação a partir das questões relacionadas ao financiamento, consumo e produção de arte, pensando nas relações entre o fazer artístico e a trilogia Poder Público – Iniciativa Privada – Público. O projeto é realizado de forma colaborativa entre artistas da performance, dança, teatro, artes visuais, produção cultural, comunicação. Desde junho, o Tripa promove diferentes ações de reflexão e criação movimentam a produção artística e o cenário cultural de Salvador, tais como o Cortejo Procissão para o Santo Estado, além de intervenções urbanas, rodas de conversa. Em dezembro o projeto será encerrado com um documentário, que tem a direção de Daniel Guerra e Roberto Jaffier.

 

SERVIÇO

DAS TRIPAS CORAÇÃO

Onde: Praça da Piedade

Quando: 26 a 29 de novembro (quinta a sábado), sessões às 10h e 15h.

Quanto: Gratuito

Quem: TRIPA – trilogia do patrocínio

 

BATE PAPO BOCA LIVRE: valores entre as trocas materiais e simbólicas entre arte e público

Onde: Porto da Barra

Quando: 25 de novembro, às 17h

 

BOCA LIVRE

Onde: Porto da Barra

Quando: 26 de novembro, 17h

Quanto: Gratuito

Quem: Daniel Guerra, Jorge Oliveira, Kátia Najara, Neto Machado e TRIPA – trilogia do patrocínio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s