“Cortejo do Aniversariante” é realizado no Pelourinho

A Orquestra Museofônica e o Grupo da 3ª idade Eterna Juventude promovem, nesta sexta-feira (11/12), às 16h, o “Cortejo do Aniversariante”. A ação integra os museus da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Dimus/Ipac) localizados no Pelourinho (Museu Tempostal, Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, Centro Cultural Solar Ferrão e Museu Abelardo Rodrigues), tendo como ponto de partida o Centro Cultural Solar Ferrão, do qual seguirá para as principais ruas do bairro sob a condução da etnomusicóloga Emília Biancardi.

De acordo com a diretora da DIMUS, Ana Liberato, a atividade tem como ponto central celebrar o nascimento de Jesus que tem perdido destaque em face da característica mais comercial que a data vem recebendo. “O Cortejo do Aniversariante é uma atividade importante porque, além de promover a interação dos museus da DIMUS localizados no Pelourinho, resgata o real motivo das comemorações do Natal, o nascimento do menino Jesus”, comenta Ana Liberato.

OrquestraMuseufonica_afoxé agogô de lata_163341702

Orquestra Museofônica

A Orquestra Museofônica é uma proposta pedagógica musical idealizada pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), Ana Liberato, tendo como referencia a Coleção de Instrumentos Musicais Tradicionais Emília Biancardi. É composta por cerca por 30 integrantes, funcionários atuantes nas instituições museais e no IPAC, além de músicos convidados. Os instrumentos utilizados nas apresentações são provenientes das viagens de Emília por terras africanas, indígenas, orientais e europeias. Todo o acervo foi doado ao Governo do Estado da Bahia e encontra-se no Solar Ferrão, localizado no Pelourinho.

orquestra museofônica 3_Jeferson Vieira

Emília Biancardi

A etnomusicóloga baiana Emília Biancardi empreendeu, ao longo de sua vida, importantes pesquisas buscando entender a experiência humana na criação de sons. Nascida em Salvador, passou sua infância em Vitória da Conquista, cidade do interior da Bahia. Desde pequena vivenciou a música com a mãe ao piano e o pai nas batucadas de mesa. Entre o erudito e o popular construiu a sua formação musical, apaixonando-se pelas manifestações populares, afro-brasileiras e indígenas.

Emília possui uma extensa Coleção de Instrumentos Musicais Tradicionais, que apresenta um acervo com mais de mil peças coletadas e recriadas nos cinco continentes, com destaque especial para os instrumentos indígenas brasileiros, além dos africanos  e afro-brasileiros. Doado ao Governo do Estado, o acervo entrará em exposição, e habitará três salas na nova ala do Solar Ferrão, cujo acesso será através da segunda portaria, que ganha ainda salas de acolhimento e de iniciação musical.

emilia-biancardi

Serviço: Cortejo do Aniversariante

Data: 11/12/2015

Horário: 16h

Ponto de Encontro: Centro Cultura Solar Ferrão (Rua Gregório de Matos, 45, Pelourinho)

A Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC) é uma unidade vinculada a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s