FUNCEB abre portas do Auditório Liceu para ensaios

6d942832-f67b-4532-823f-1d34d621e413

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) abre oficialmente as portas do antigo Cine Teatro Liceu, atual auditório Liceu, para que seja utilizado, gratuitamente, para ensaios de grupos e coletivos artísticos. A abertura acontece no dia 10.03, quinta-feira, às 17h, com homenagem ao Dia Mundial do Teatro e ao Dia Nacional do Circo, 27 de Março. De acordo com Fernanda Tourinho, diretora da FUNCEB, “é muito importante a reocupação de espaços públicos que possam permitir, a quem atua no segmento cênico, a estrutura básica para desenvolver seus projetos”.

A gestora considera que o processo irá dinamizar o Centro Antigo de Salvador, complementando o programa de ocupação criativa de imóveis do Pelourinho, que será desenvolvido pela FUNCEB em parceria com o IPAC, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia. FUNCEB e IPAC são entidades vinculadas à Secretaria de Cultura do estão da Bahia (SecultBA). A primeira etapa do processo será anunciada na abertura oficial do auditório.

A noite de abertura irá celebrar nomes e ações que contribuem com as linguagens artísticas do Teatro e do Circo. O diretor, mestre e professor Deolindo Checcucci, a iluminadora Irma Vidal, o artista circense Seu Luiz (Luiz Lago) e o Prêmio Braskem de Teatro terão sua relevância reconhecida pela Fundação.

 

Solicitação de uso

Atrelado à sede onde funciona a FUNCEB, o Auditório Liceu está também situado no prédio onde funcionou o Liceu de Artes e Ofícios da Bahia, Centro Histórico. Os interessados em ensaiar no lugar devem apresentar solicitação em formulário próprio disponível na sede da FUNCEB e no sitewww.fundacaocultural.ba.gov.br. A FUNCEB é uma entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Todas as solicitações devem ser encaminhadas ao setor de Recursos Humanos da FUNCEB por meio presencial, postal ou pelo e-mail:lucia.andrade@funceb.ba.gov.br. Devem ser encaminhadas com, no mínimo, 5diasúteis de antecedência da data prevista para início das atividades. O período de utilização do espaço será de, no máximo, quatrosemanas consecutivas, em dias corridos, ou 30 dias em datasalternadas. A cessão de uso dependerá da disponibilidade do espaço nas datas ehorários solicitados.

O Auditório Liceu conta com área dividida em duas partes, sendo a primeira em patamares de escada e a segunda com piso ligeiramente em declive. A área não dispõe de mobiliário como poltronas e cadeiras fixas. O espaço possui iluminação básica e 16 ventiladores de parede, em perfeito funcionamento. O palco é italiano, sem rudimentos ou equipamentos de iluminação cênica esonorização. As instalações hidráulicas e sanitárias estão em perfeito estado e possuem banheiros masculino e feminino.

Histórico

O Cine Teatro Liceu, inaugurado em 21 de maio de 1921, representou uma grande atração para a sociedade de Salvador, que então contava com poucas opções de lazer. Instalado, inicialmente, no palacete da sede do Liceu de Artes e Ofícios foi, desde o início, alvo das atenções da sua administração, que procurava investir em novas aparelhagens, filmes inéditos e melhoramentos das instalações. Nas “matinês” e “soirés”, o cinema era bastante frequentado, principalmente pela elite local, que assistia filmes de drama, aventura e comédia como: As Dádivas de Amor, Juramento Fatal, Cecilia das Rosas, Águia Azul.

Em 1925 o cinema era uma atividade bastante lucrativa. Possuía 702 cadeiras, frequentemente ocupadas por um público selecionado. A escolha de filmes era escrupulosamente examinada e censurada. As troupes que trabalhavam no palco mantinham-se “sempre na devida esfera de moral elevada”, de acordo com Maria das Graças de Andrade Leal, na tese de Mestrado A arte de ter um ofício (Liceu de Artes e Ofícios da Bahia) – 1995, Salvador. Várias companhias teatrais ali trabalharam como Mulatas Brasileiras, Jayme Costa, Gente Nossa e o duo Yola Paul.

Com a grande obra realizada no quarteirão do Liceu (1927), o Cinema foi transferido para o pavimento térreo da nova ala construída, onde até hoje se encontra, e foi inaugurado a 5 de agosto daquele ano com a super-produção da United Artists Corporation O Ladrão de Bagdad. O Auditório Liceu passou por grandes reformas, ao longo do tempo, tanto no seu espaço físico quanto nas suas instalações e equipamentos. Em 1930 foi inaugurado o cinema sonoro, o qual exigiu instalação de novos materiais para o seu perfeito funcionamento como aparelhamento elétrico, lustres, extintor de incêndio, mobiliário para a cabine, ventiladores, etc.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s