Palácio da Aclamação recebe equipes de TV para divulgação das comemorações do aniversário de Castro Alves

Elenco_A Prole de Saturno

Elenco da peça “A Prole dos Saturnos”

Na tarde desta quarta-feira (09), o Palácio da Aclamação (Av. Sete de Setembro), no qual se localiza a sede da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Dimus/Ipac), recebeu equipes de TV para a divulgação das comemorações do aniversário de 169 anos do poeta Castro Alves, que contarão com o já tradicional Festival de Declamação de Poemas de Castro Alves, em Cabaceiras do Paraguaçu, e a encenação da peça “A Prole dos Saturnos”, com texto inédito do poeta, dirigida por Edvard Passos.

Gravação Dina Cezar_TVE (7)

Durante as gravações, as equipes entrevistaram a museóloga Osvaldina César, que falou sobre a realização do Festival e outras atividades que integrarão as comemorações na cidade de Cabaceiras. Também foram captadas imagens do ensaio de “A Prole dos Saturnos”, sendo uma prévia do que poderá ser conferido nas apresentações oficiais, que ocorrerão em 17 e 18/03, às 20h, no Teatro Castro Alves.

Ensaio_A Prole de Saturno (13)

 

Sobre o Festival

No próximo dia 14 de março, o município de Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo baiano, comemora os 169 Anos de Aniversário de Nascimento do Poeta Castro Alves. Para as comemorações serão realizadas uma série de atividades em 12, 13 e 14 de março, a exemplo da 15ª edição do Festival de Declamação de Poemas de Antônio de Castro Alves e do 2º Festival Infantil de Declamação de Poemas de Castro Alves.

O evento – uma iniciativa da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC) – já é tradição na cidade e reúne pessoas de diversas regiões e de todas as idades que prestam homenagem ao grande poeta baiano, autor de Espumas FlutuantesVozes D’África e O Navio Negreiro. O evento será realizado no Parque Histórico Castro Alves (PHCA), localizado na Fazenda Cabaceiras, local onde nasceu o poeta. A diretora da DIMUS, Ana Liberato, explicou que o festival foi criado para homenagear o poeta Castro Alves e incentivar a juventude a usar a poesia para manifestar seus sentimentos. “Os poemas do grande poeta expressam o seu romantismo, o seu amor à pátria, além do intenso sentimento libertário”, acrescenta.

 

SERVIÇO: 169 Anos de Aniversário de Nascimento do Poeta Castro Alves

Quando: 12, 13 e 14 de março de 2016

Onde: Parque Histórico Castro Alves (PHCA)

Endereço: Praça Castro Alves, nº 106, Centro, Cabaceiras do Paraguaçu/ BA

Tel.: (75) 3681-1102

Realização: PHCA/DIMUS/IPAC/ SECULT-BA

Gratuito     

 

Sobre a peça

Baile e velório, amor e remorso, vida e morte. Numa encenação calcada em antíteses, a figura de linguagem preferida do poeta dos escravos, Edvard Passos (Prêmio Braskem de Teatro – Melhor Diretor – 2015) leva à cena ‘A Prole dos Saturnos’, de Antônio de Castro Alves. O homem que, segundo Jorge Amado, foi “o mais belo espetáculo de juventude e de gênio que os céus da América presenciaram”.

Uma surpreendente tragicomédia de gosto duvidoso. Uma relíquia cheia de peripécias absurdas que restitui o humor, a vibração, a irreverência e revela outra faceta do poeta “que falou por todos nós como nenhum de nós falaria. É ainda hoje o maior e o mais moço de nós todos”: a de homem de teatro.

A montagem tem origem na pesquisa Castro Alves, Teatro e Teatralidade, do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFBAdesenvolvida por Edvard com orientação da dramaturga, pesquisadora e professora Cleise Mendes.

Durante a leitura da obra completa do poeta, Passos deparou-se com a peça de teatro, que por 50 anos após a morte do poeta, permaneceu perdida. Quando foi finalmente publicada, estava incompleta. Nunca teve uma publicação exclusiva, nem qualquer destaque. Talvez, por esses motivos, raríssimas pessoas a conheçam e nunca tenha sido levada à cena, ao menos, que se tenha notícia.

 

Serviço

 A Prole dos Saturnos

Onde: Teatro Castro Alves

Quando: 17 e 18 de março, às 20h

Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00

 

Ficha Técnica

Dramaturgia: Castro Alves

Direção: Edvard Passos

Figurino e Luz: Moncho Rodriguez

Cenário: Rodrigo Frota

Trilha: Narciso Fernandes

Coreografia: Rita Brandi

Elenco: Alexandra Natura, Danilo Cairo, João Guisande e LP Nolasco.

Assistente de Direção: Allisson de Sá

Produção: EP Produções

Co- Produção: Fafe Cidade das Artes

Produtor: Vitor Alves

Assistente de Produção: Juliana Rêgo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s