Aniversário do Poeta Castro Alves é comemorado com premiações e atividades culturais

10380479_1206664142696786_203290897346489169_o

Vencedores do 2º Festival Infantil de Declamação de Poemas e Castro Alves

O Parque Histórico Castro Alves (PHCA), situado na Fazenda Cabaceiras, local onde nasceu Castro Alves, comemora hoje, 14/03, os 169 Anos do Nascimento do poeta. As celebrações incluem a premiação da 15ª edição do Festival de Declamação de Poemas de Antônio de Castro Alves e do 2º Festival Infantil de Declamação de Poemas de Castro Alves, tendo como vencedoras Daniela Silva, de 29 anos, com o poema “Confidência”, e Ingrid Amorim, de 11 anos, com “O gandoleiro do amor”, respectivamente.

12841266_1206654832697717_8865380174331614697_o

Diogenisa de Oliva, coordenadora do PHCA, e Daniela Silva, vencedora do 15º Festival de Declamação de Poemas de Castro Alves

Com residência em Conceição do Almeida, distrito próximo a Cabaceiras do Paraguaçu, Daniela Silva participa do Festival há 5 anos, no qual vê uma oportunidade de colocar em prática sua experiência na área teatral, obtida através do grupo “Los Ecléticos”, do qual é integrante. “Fiquei surpresa com a colocação pois mal tive tempo de ensaiar o poema. Acredito que a minha vivência no grupo de teatro me ajudou a captar melhor a essência do texto, trazendo as questões pra um contexto mais atual. O Festival também é bastante importante para dar espaço aos atores e às crianças, além de preservar a cultura da declamação e pautar as questões sociais trazidas nos poemas”, afirma. Participando pela 2ª vez no Festival, Ingrid Amorim passou a intensificar os estudos nas aulas de teatro que frequenta no próprio Parque Histórico. “Eu gosto de participar porque a poesia de Castro Alves foi feita pra todo mundo, pra adultos, crianças, e por defender a história dos escravos” acrescenta a vencedora da categoria infantil.

12194956_1206658149364052_3250174645418638935_o

Ingrid Amorim, vencedora da categoria infantil

No festival, os jurados analisam: originalidade (criatividade utilizada para a apresentação do poema), dicção (clareza das palavras pronunciadas na declamação), fluência verbal (correção e a pronúncia das palavras) e fidelidade ao texto (exatidão e o respeito a todos os versos e palavras do poema). Os cinco mais bem votados de cada categoria foram premiados. Nesta edição do Festival, ocuparam do 2º ao 5º lugares: André Carsant (O navio negreiro), Agnaldo Santana Melo (O adeus de Tereza), Gilvana Dias (Sonho da Boêmia) e Marcos Vinícios Amorim (Vozes D’África. Já no 2º Festival Infantil venceram: Helder da Conceição e Maria Clara de Jesus (O povo ao poder), Heloisa dos Santos (Pela sombra), Kesia Santana e Eric Aragão (A canção do africano) e Diana de Aleluia Silva (A duas flores).

11950350_1206664082696792_3452007251576468882_o

Vencedores da categoria adulta

Os concursos aconteceram em 12/03, sendo o infantil (que foi lançado ano passado) às 10h e o adulto (tradicional há 15 anos na região) às 13h. No domingo (13/03), aconteceu uma maratona Castro Alves no PHCA, no período da tarde. Já no dia do nascimento do poeta, hoje, (14/03) a programação é mais intensa, com as premiações dos concursos (quando os cinco primeiros colocados se apresentam novamente), o lançamento do catálogo e da digitalização do acervo, além de atividades culturais.

O evento – uma iniciativa da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC) – já é tradição na cidade e reúne pessoas de diversas regiões e de todas as idades que prestam homenagem ao grande poeta baiano, autor de Espumas FlutuantesVozes D’África e O Navio Negreiro. A diretora da DIMUS, Ana Liberato, explicou que o festival foi criado para homenagear o poeta Castro Alves e incentivar a juventude a usar a poesia para manifestar seus sentimentos. “Os poemas do grande poeta expressam o seu romantismo, o seu amor à pátria, além do intenso sentimento libertário”, acrescenta.

Parque Histórico Castro Alves_Foto por Lázaro Menezes 

Sobre o PHCA: Por conta do primeiro centenário da morte de Castro Alves, em março de 1971 foi inaugurado, no lugar onde ele nasceu, o museu biográfico Parque Histórico Castro Alves (PHCA), numa área de 52 mil metros quadrados. O acervo convida os visitantes a mergulharem no universo do porta-voz literário da Abolição da Escravatura no Brasil. Visitação: terça a sexta, das 9h às 12h e 14h às 17h. Fins de semana e feriados, das 9h às 14h. Entrada: grátis.

 

O poeta: Antônio de Castro Alves, mais conhecido como Castro Alves, o poeta dos escravos, nasceu na Bahia, dia 14 de março de 1847, na Fazenda Cabaceiras, comarca de Muritiba, hoje município de Cabaceiras do Paraguaçu. Famoso pelas fortes críticas à escravidão fez parte da Terceira Geração da Poesia Romântica (Social ou Condoreira), caracterizada pelos ideais abolicionistas e republicanos, sendo considerada a maior expressão da época. Suas obras são: Espumas Flutuantes, Gonzaga ou A Revolução de Minas, Cachoeira de Paulo Afonso, Vozes D’África, O Navio Negreiro, entre outras. Em 1862 ingressou na Faculdade de Direito de Recife, após ter feito o curso primário no Ginásio Baiano. É dessa época a composição dos primeiros poemas abolicionistas: Os Escravos e A Cachoeira de Paulo Afonso. Em 1867, retorna para a Bahia e segue, no mesmo ano, para o Rio de Janeiro, com incentivos promissores de José de Alencar, Francisco Otaviano e Machado de Assis. Depois, em São Paulo, encontrou a mais brilhante das gerações, a exemplo de Rui Barbosa, Joaquim Nabuco, Rodrigues Alves, Afonso Pena, Bias Fortes, para citar alguns dos notáveis. Neste período, viveu seus dias de maior glória. Em 11 de novembro de 1868, caçando nos arredores de São Paulo, feriu o calcanhar esquerdo com um tiro de espingarda, resultando-lhe na amputação do pé. Em seguida, contraiu tuberculose, obrigando-o a voltar à Bahia, onde morreu, em 1871.

Anúncios

Uma resposta em “Aniversário do Poeta Castro Alves é comemorado com premiações e atividades culturais

  1. Pingback: IPAC lançou ontem (14) catálogo com acervo de Castro Alves | DIMUS | Diretoria de Museus do Estado da Bahia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s