Museu de Arte da Bahia abre exposição” Mulheres Contemporâneas” dia 6 de julho

Cabecalho

A arte de vinte e cinco artistas plásticas , “crias” da Escola de Belas Artes da Bahia é o tema escolhido pela diretora da Escola de Belas Artes da UFBa, Nanci Novais e pelo diretor do Museu de Arte da Bahia ,Pedro Arcanjo  para comemorar os 70 anos da Universidade Federal da Bahia, sendo uma Coletiva de tons e pincéis dessas artistas reunidas na exposição  “Artes Visuais na Bahia: a produção da mulher na contemporaneidade “que será aberta ao público na quarta-feira (6 de julho) às 19h no Salão de Exposições do MAB, com a presença de produtores culturais, artistas e do grande público. Entrada gratuita .

Participam da Exposição trabalhos das artistas Beth Sousa, Daniela Steelle, Celeste Wanner, Célia Mallett, Conceição Fernandes, Edsoleda Santos, Eneida Sanches, Giovana Dantas, Graça Ramos, Ieda Oliveira, Ledna Barbeitos, Ludmila Pimentel,Márcia Abreu, Márcia Magno, Maria Adair,  Maria Luedy, Maristela Ribeiro, Mili Genestreti, Nancy Novais, Rogéria Marciel, Sonia Rangel, Terezinha Dumet, Tinna Pimentel, Viga Gordilho e Ziunar Souza. A mostra fica aberta ao público até o dia 30 de agosto de terça a domingo .

Segundo Nanci Novais, curadora da exposição, “essas mulheres  marcam presença no cenário artístico da Bahia contemporânea pela produção ininterrupta em décadas,desenvolvendo pesquisas, aprimorando técnicas e sistematizando o processo criativo e contínua presença no contexto cultural do país. Na seleção dos trabalhos  prevaleceu a intenção de reunir o mais amplo espectro possível de temas, linguagens e tendências com influências da arte hoje, sem entrar, não obstante, em polêmicas e sem estabelecer vínculos, às vezes estereotipados, com a discussão sobre “arte feminista” ou “arte feminina” ou “arte de gênero”.

O diretor do MAB, Pedro Arcanjo disse que “ao convidar a professora Nanci Novais para realizar uma curadoria com trabalhos de mulheres, artistas contemporâneas,  sabíamos que estávamos nos movendo em um espaço seguro, no qual os critérios curatoriais seriam a qualidade técnica, as linguagens e as poéticas dos trabalhos apresentados. A presença de gênero se manifesta aqui sublinhando o conceito da exposição. Na realidade – prosseguiu, na atual desordem social em que vivemos, percebe-se uma ruptura do código de ética existente e a equipe do MAB, vinculado a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, através do IPAC, não poderia se omitir”. Assim – concluiu Arcanjo, “como disse Argan, referindo-se a Morte de Jaques-Louis David, esta exposição é uma oração dura e enxuta que condensa a experiência ética moral da época em que vive”.

 

SERVIÇO :

O que : Exposição Artes Visuais na Bahia : a produção da mulher na contemporaneidade

Quando : de 06 de julho a 30 de agosto de 2016

Onde : Museu de Arte da Bahia, Corredor da Vitória 2340

Horário : de terça a sexta-feira : das 13h às 19h . Sábados , Domingos e Feriados das 14h às 18h

Entrada gratuita

Disponibilizamos de estacionamento

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s