NOVEMBRO NEGRO NO SOLAR FERRÃO

convite_negacaodobrasil-1

Dentro das programações do Novembro Negro, o Centro Cultural Solar Ferrão (Pelourinho), realiza uma mesa de discussão com o tema ‘A Trajetória do Negro na Mídia Brasileira’. Integrantes do grupo Sarau da Onça participam da discussão que conta ainda com a exibição do documentário ‘A Negação do Brasil’, de Joel Zito Araújo. O objetivo do encontro é contextualizar o papel do negro na mídia; como tem sido feita essa apresentação pelos principais meios de comunicação, dialogando com a contemporaneidade; analisar se o lugar que o negro ocupou não mudou e continua a se reproduzir no século XXI.

O documentário traz à tona a história das lutas dos atores negros pelo reconhecimento de sua importância na história da telenovela brasileira. O diretor, baseado em suas memórias e em uma minuciosa investigação, analisa as influências das telenovelas nos processos de identidade étnica dos afrobrasileiros. O negro é sempre o malandro cheio de ginga, que tem samba no pé. Essa imagem de desleixo, falta de responsabilidade ou mesmo de marginal, é altamente negativo para fixação do seu caráter. O autor narra como essa ideia surgiu e mapeia a trajetória do negro na teledramaturgia brasileira.

O grupo Sarau da Onça nasceu a partir do interesse de um grupo de amigos no bairro de Sussuarana para sensibilizar as pessoas da comunidade para com os problemas que possui. Conforme explicam os integrantes: ”A arma utilizada são as palavras da boca dos poetas e poetizas das baixadas e vielas do bairro.O grupo tem feito apresentações no bairro, onde vem arrastando vários participantes, pois é um evento aberto para qualquer pessoa, independente de raça, religião ou segmentação política. É aberto para os convidados também participarem através de discussões ou até mesmo levando suas poesias”.

Serviço: Novembro Negro no Solar Ferrão
Onde: Centro Cultural Solar Ferrão (Rua Gregório de Matos, 45 – Pelourinho)
Quando: 24/11/16 (quinta-feira)
Horário: 15h

Anúncios