Começam hoje (7), às 16h, os ensaios do Coral do IPAC no Aclamação

Apresentação do Coral do IPAC

Começam hoje (7), às 16h, os ensaios do Coral do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPACoral), no Palácio da Aclamação, no Campo Grande, Salvador. O edifício é originário de 1912, tombado como Patrimônio da Bahia em 2010 e integra o projeto de dinamização de espaços do Instituto. “O projeto de dinamização de espaços do IPAC começou em 2015 quando o governador Rui Costa reabriu o Passeio Público, área contígua ao palácio”, ressalta o diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira. Ele explica que ainda integrando a dinamização, o IPAC conseguiu reaver e reformar três estacionamentos no Pelourinho reabrindo-os com 286 vagas/carro e 70 para motos.

“Além disso, reformamos a Praça das Artes no Pelourinho e fizemos parceria com o bloco Cortejo Afro para dinamizá-la de novembro (2016) a fevereiro (2017), tendo recorde de público no local”, diz João Carlos. Nessa iniciativa, o IPAC procura parcerias público-privadas com grupos artísticos, educacionais e de promoção socioambiental. Ainda neste primeiro semestre o IPAC anuncia Feiras de Alimentos Orgânicos no Passeio Público, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Rural e cerca de dez entidades ligadas à área.

palacio-da-aclamacao-1m

ÓPERA no PALÁCIO O Coral do IPAC já existia desde 2010, mas está sendo reativado graças à parceria com o Núcleo de Ópera da Bahia (NOP) que igualmente ocupa o palácio através do projeto de dinamização do instituto. “O núcleo é um projeto inovador que se encaixa na estratégia do governo estadual para dinamizar espaços e museus, e o Aclamação tem perfil adequado para recebê-lo”, completa o gestor do IPAC. O NOP faz ensaios e anunciou no último dia 18, com a presença do cantor e compositor Gilberto Gil, sessões e montagens de óperas para todo o ano de 2017. As apresentações serão abertas ao público.

A instrutora do Coral será a soprano Graça Reis, integrante do NOP, com apoio do maestro italiano Aldo Brizzi. Criado em novembro de 2009, o IPACoral objetiva valorizar e preservar a cultura dentro da instituição, estimulando a participação e envolvimento dos funcionários, representando o IPAC em Salvador e interior do estado. Em 2011, por exemplo, o IPACoral se apresentou em Mucugê, Chapada Diamantina, a 449 km de Salvador, no encontro estadual de corais, mais conhecido como ‘Festival Vozes da Chapada’. Compareceram mais de 350 coralistas no evento.

Já o NOP está preparando três óperas. Uma sobre terreiros de candomblé, outro com e para crianças e mais uma que terá inspiração nos festejos juninos. O núcleo é formado por cerca de 70 músicos, cantores e bailarinos. O Aclamação fica na Avenida Sete de Setembro, nº1.330, Campo Grande (Tel. 71 3117-6150). Acompanhe as novidades do Palácio da Aclamação e do projeto de dinamização do IPAC através do site www.ipac.ba.gov.br, facebook ‘Ipacba Patrimônio’, twitter ‘@ipac_ba’ e instagram ‘@ipac.patrimonio’.

Anúncios