Exposição ‘Salvador 468 anos: Uma Viagem no Tempo’

Mostra Salvador_Lapa_27.03 (4)

A cidade de Salvador completa em 29 de março mais um aniversário de fundação e, como parte das comemorações, o público poderá conferir a mostra ‘Salvador 468 anos: Uma Viagem no Tempo’. A exposição se propõe a mostrar a cidade de São Salvador, primeira capital do Brasil, através de fotos e postais do acervo do Museu Tempostal (Pelourinho), com imagens desde fins do século XIX a meados do século XX.

Mostra Salvador_Lapa_27.03 (1)

A mostra – itinerária com 10 totens e 20 lâminas – estará aberta ao público de 27 de março a 7 de abril em quatro estações do metrô de Salvador: de 27 a 29/3 Estação Lapa; de 30 a 1/4 Estação Acesso Norte; de 2 a 4/4 Estação Pirajá; e de 5 a 7/4 Estação Rodoviária.

Mostra Salvador_Lapa_27.03 (3)

A exposição ‘Salvador 468 anos: Uma Viagem no Tempo’ é fruto de uma parceria iniciada em 2016 entre o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), a Diretoria de Museus (DIMUS) e a concessionária responsável pela construção e operação do Metrô, a CCR Metrô Bahia, que prevê a realização de uma série de atividades educativas e culturais nas estações do sistema metroviário durante o ano de 2017.

Mostra Salvador_Lapa_27.03 (5)

O objetivo da mostra é levar o público a fazer uma caminhada no tempo, visualizando panoramas do urbanismo e a arquitetura no passado, para uma compreensão das paisagens urbanas no presente. A exposição retrata as transformações que a cidade viveu, através das mudanças políticas e econômicas desde a Colônia aos períodos contemporâneos.

Mostra Salvador_Lapa_27.03 (7)

É possível visualizar transformações e a expansão de “Norte a Sul”; do Centro Antigo – o bairro do Comércio, Pelourinho – à Barra, e bairros do entorno, Nazaré e o Antigo Dique. “Um crescimento que se refletiu na evolução dos meios de comunicação e na vida cotidiana da cidade. Todos esses aspectos estão registrados nessas imagens o acervo que integram a mostra, para contemplação e homenagem à nossa cidade”, acrescenta Luzia Ventura, coordenadora do Museu Tempostal.

Anúncios