Orquestra Museofônica contagia usuários do metrô na Estação Pirajá em aula pública

Apresentação Orq. Museof_CCR Pirajá_18 (32).JPG
A ação, uma parceria do IPAC com a CCR Metrô Bahia, celebrou o Dia do Indígena

 A Orquestra Museofônica – que utiliza os instrumentos musicais tradicionais da etnomusicóloga Emília Biancardi – contagiou os usuários do metrô na Estação Pirajá na tarde de ontem (18/04). A atividade, intitulada de ‘Tributo ao indígena Brasileiro: Máscaras que Tocam’, fruto de uma parceria da CCR Metrô Bahia com o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), consistiu em uma aula pública. As pessoas que passavam pela estação foram convidadas a participar da aula, cantando, dançando e tocando alguns instrumentos.

A apresentação “Tributo ao Indígena Brasileiro: Máscaras que Tocam” contou com alguns instrumentos expostos na ‘Coleção de Instrumentos Musicais Tradicionais Emília Biancardi’, que fica em cartaz no Centro Cultural Solar Ferrão (Pelourinho). Dentre eles os Chocalhos Maracás (instrumento de grande importância utilizado nos rituais da plantação e da pajelança de vários povos indígenas), as Buzinas (que servem basicamente para a comunicação) e também as Máscaras que tocam (utilizadas em cerimoniais e representam personagens da mitologia indígena). O Chocalho, o Batedor e o Peitoral são outros instrumentos que também se destacaram.

Débora Reis e o marido Clóvis Martins, moradores do bairro de Marechal Rondon, pararam com a filha Alice, de apenas 1 ano de idade, para ver a apresentação. “É muito importante ações como esta de trazer a arte mais pra perto da gente. Assim é mais acessível para todos. E uma homenagem como esta aos indígenas é muito bonita, porque nos lembra das nossas raízes. Além de ser o primeiro contato que nossa filha está tendo com esta cultura”, disse Débora.

Felipe Gomes, estudante, também achou a ação muito interessante. “Temos sempre que trazer eventos como este pra mais perto da população. Ainda mais num lugar como este onde o fluxo de pessoas é muito grande. Assim, mais gente pode participar”, comentou.

Fátima Soledade, responsável pelo Núcleo de Articulação da DIMUS, ressaltou a importância da parceria das instituições. “Tivemos outras atividades como esta e outras serão realizadas. Com relação a esta parceria com a CCR Metrô Bahia, estas atividades promovem ainda mais a participação da população em atividades culturais”, relata.

“A CCR Metrô Bahia apoia parcerias como essa com o IPAC para que os usuários do metrô e o público em geral possam conhecer de perto a diversidade cultural. Projetos educativos e culturais, como a apresentação da Orquestra Museofônica, são apoiados pela CCR Metrô Bahia porque, ao contribuirmos para o desenvolvimento sociocultural, econômico e sustentável das regiões onde atuamos, também incentivamos o exercício da cidadania, possibilitado aos soteropolitanos o contato com a diversidade cultural brasileira”, afirma o gestor de Atendimento da CCR Metrô Bahia, Hamilton Trindade

Considerada como um verdadeiro museu cênico, A Orquestra Museofônica foi criada em 2012 e surgiu a partir da ideia da museóloga Ana Liberato em criar uma orquestra com os colaboradores dos museus sob a direção da Diretoria de Museus (DIMUS/IPAC), objetivando um aprendizado sobre o manuseio e conhecimento de instrumentos musicais, suas possibilidades, musicalidades, histórico, restauração e a possível recriação.

COLEÇÃO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS TRADICIONAIS EMÍLIA BIANCARDI

Emília Biancardi é etnomusicóloga, professora, compositora, pesquisadora da música folclórica brasileira e especialista nas manifestações tradicionais da Bahia. Em viagens pelo mundo, adquiriu instrumentos em países da Europa, África, Américas e do Oriente e o seu interesse pelos instrumentos fez surgir a “Coleção de Instrumentos Musicais Tradicionais Emília Biancardi”, doada ao Governo do Estado em 13 de junho de 2011, e atualmente exposta no Centro Cultural Solar Ferrão (Rua Gregório de Matos, nº 45, Pelourinho) vinculado a Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural – DIMUS/IPAC.

Anúncios