O indizível do Centro Antigo de Salvador será destaque na 15ª Semana de Museus no Museu Tempostal

tempostal

O Museu Tempostal, a partir do dia 17/05 (quarta-feira), dará início à programação da 15ª Semana Nacional de Museus. Com a temática “Objetos representativos das memórias”, acontecerá a exibição do vídeo resultante do projeto ‘Você Sabia?’, buscando o aprofundamento na história da cidade a partir do Centro Antigo. A exibição do vídeo será aberta aos visitantes durante o horário de visitação do museu.

Luzia Ventura, coordenadora do Tempostal, explica a dinâmica da atividade. “Procuramos uma atividade que fosse na linha da temática da 15ª Semana de Museus. Assim, o vídeo do projeto ‘Você Sabia?’ consiste em uma série de imagens cujas informações não são ditas no contexto das exposições do Museu. Vamos apresentar histórias e curiosidades sobre alguns edifícios, praças e ruas do Centro Antigo através de uma mediação interativa, onde serão mostrados os pontos curiosos e desconhecidos para alguns”, ressalta.

Serviço: 15ª Semana de Museus
Local:
 Museu Tempostal
Endereço: Rua Gregório de Mattos, 33, Pelourinho, Salvador/BA
Programação:

  • Exibição do vídeo ‘Você Sabia?’ dos dias 17/05 a 30/05 durante o horário de visitação.


Horário de visitação: 
terça a sexta, das 12h às 18h. Fins de semana e feriados, das 12h às 17h.
Contatos: (71) 3117-6383 | museu.tempostal@ipac.ba.gov.br
Programação gratuita.

15ª SEMANA DE MUSEUS

Temporada cultural coordenada pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) que acontece todo ano em comemoração ao Dia Internacional dos Museus (18 de maio). A 15ª Semana de Museus acontecerá de 15 a 21/05 nos diversos museus do Brasil. Com a temática “Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus”, a 15ª Semana de Museus mais de mil museus de todo o país, oferecendo ao público 3 mil atividades especiais como visitas mediadas, palestras e oficinas.

MUSEU TEMPOSTAL

O acervo do Museu Tempostal é composto por postais, estampas e fotografias, em sua maioria, procedentes da coleção de Antônio Marcelino do Nascimento. As peças, datadas do final do século XIX e meados do século XX, representam imagens de valor histórico, artístico e documental, não só da Bahia e do Brasil, mas também de diversos países do mundo, sobre as mais variadas temáticas. O Museu Tempostal integra os espaços administrados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

Anúncios