Ópera junina abre os festejos de São João no Centro Cultural Solar Ferrão

ArteO arrasta-pé vai começar mais cedo e de uma forma diferente no Centro Cultural Solar Ferrão, localizado no Pelourinho. O repertório tradicional do oratório de Santo Antônio será apresentado com uma roupagem de música clássica pelo Núcleo de Ópera da Bahia (NOP). O espetáculo ‘Oratório de Santo Antônio – Uma Ópera Junina’, do NOP, acontece na sacada do Solar Ferrão nos dias 12, 13 e 14/06, às 19h, abrindo a programação de festejos juninos do Solar Ferrão que ainda conta com a abertura da exposição ‘Viva São João’.

Em 12/02 (segunda), no qual é comemorado o Dia dos Namorados, o tema será “O Namoro” (Noite da CCPI) e um casal de dançarinos do grupo Bamberg Cia. de Dança fará uma intervenção artística na rua, no momento em que a canção ‘Eu Sei Que Vou Te Amar’, de Vinicius de Moraes e Tom Jobim, for interpretada pelo NOP. Já na terça (13/06), com o tema “O Casamento” (Noite da Secult), o Cortejo Afro faz uma participação especial na última música do espetáculo, também na área externa do Solar Ferrão. Na quarta (14/06), com o tema “A Festa” (noite do IPAC) e participação de quadrilha junina, o destaque fica por conta da abertura (20h) da exposição ‘Viva São João’ que conta com obras de 20 artistas de Cachoeira que dialogam com a temática junina. A mostra, que fica em cartaz até o dia 30/06, tem curadoria de Márcia Schlapp e Gilson Sacramento.

As apresentações  terão regência do maestro Aldo Brizzi e trazem em sua composição integrantes do NOP, como a mezzosoprano Vanda Otero, o tenor Carlos Eduardo Santos, o baixo Josehr Santos e a soprano Graça Reis. “A apresentação consiste no repertório tradicional do Santo Antônio em um novo olhar que passa pela música clássica e a música de invenção”, pontua a soprano Graça Reis.

 

“O resultado é uma combinação inédita que faz destas cantigas tradicionais quase uma ópera para cantores líricos solistas, um coro e instrumentos de orquestra, que remete às sacras representações medievais que se faziam nos adros das igrejas na Europa do Sul, potencializando as emoções destas cantigas tradicionais”, complementa Graça Reis. O espetáculo traz números do cancioneiro tradicional como “A nós descei, divina luz”, “Ladainha” e “Ave Maria”, além de músicas como “São João Xangô Menino”, de Gilberto Gil.

50 Anos – Estas atividades também fazem parte da comemoração dos 50 anos do IPAC e do ‘Projeto Santos Juninos no Centro Histórico de Salvador’. De acordo com a coordenadora do Solar Ferrão, Graça Lobo, o objetivo do projeto é promover o diálogo entre a arte, a tradição, a cultura popular e a cidadania através da realização dos festejos juninos no período de 12 a 30 de junho. “O projeto busca desenvolver ações que resgatem as origens e as tradições do povo nordestino, suas representações regionais, memória, valorização do patrimônio artístico e cultural em suas mais diversas linguagens”, acrescenta Lobo.

O Núcleo de Ópera da Bahia participa da série de programações que buscam a dinamização dos espaços vinculados ao IPAC. O programa pelo resgate e ocupação de espaços públicos do Instituto começou em 2015 com a reabertura do Passeio Público. Em 2017, foi iniciada a parceria com o Cortejo Afro para dinamização da Praça das Artes (Pelourinho) e no Aclamação com o NOP que abriu a 15ª Semana de Museus, que aconteceu entre 15 e 21 de maio.

O Solar Ferrão integra os espaços administrados pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

Serviço: Programação junina do Centro Cultural Solar Ferrão

  • 12/06 (segunda) às 19h – Apresentação do ‘Oratório de Santo Antônio – Uma Ópera Junina’ na sacada do Solar Ferrão – Tema “O Namoro” (Noite da CCPI).
  • 13/06 (terça), às 19h – Apresentação do ‘Oratório de Santo Antônio – Uma Ópera Junina’ na sacada do Solar Ferrão com participação do Cortejo Afro na parte externa – Tema “O Casamento” (Noite da Secult).
  • 14/06 (quarta) às 19h – Apresentação do ‘Oratório de Santo Antônio – Uma Ópera Junina’ na sacada do Solar Ferrão com participação de quadrilha junina – Tema “A Festa” (noite do IPAC).
  • 14/06 (quarta) às 20h – Abertura da exposição ‘Viva São João’ na Galeria do Solar Ferrão.

Local: Galeria do Centro Cultural Solar Ferrão (Rua Gregório de Matos, 45 – Pelourinho)

Período da mostra: 14/06 (quarta) até 30/06/2017 (sexta)

Visitação: terça a domingo, das 13h às 17h

Telefone: (71) 3116-6743

Programação gratuita

Anúncios