Exposição “Chame Gente” é destaque no jornal Correio

exp_chamegente

Destaque de hoje (18) no jornal Correio para a exposição “Chame Gente” que está em cartaz no Museu Tempostal (Pelourinho). Confira!

 

 

Publicado em 1

Inscrições abertas para os festivais em homenagem ao poeta Castro Alves

card Festival Poema PHCA 2020

Estão abertas as inscrições para a 19ª edição do Festival de Declamação de Poemas de Antônio de Castro Alves e para o 6º Festival Infantil de Declamação de Poemas de Castro Alves que acontecem gratuitamente todos os anos no Parque Histórico Castro Alves (PHCA), local onde nasceu o poeta baiano em 1847, em Cabaceiras do Paraguaçu, localizada no Recôncavo baiano (a 170 km de Salvador). Os interessados podem fazer a inscrição no PHCA e/ou pelo telefone (75) 3681-1102; de segunda a sexta-feira das 9h às 12h e das 14h às 17h.

card Festival Poema PHCA 2020_1

Os festivais acontecem no sábado 07/03, a partir das 13h; e as premiações serão entregues no sábado seguinte (14/03), data de comemoração aos 173 anos de nascimento do poeta. “Serão dois dias de eventos. Sendo que o dia 14 terá uma programação mais extensa. Sábado (07) serão selecionados os cinco melhores declamadores nas categorias adulto e infantil. Os vencedores deverão se apresentar novamente no aniversário de Castro Alves, no sábado 14 de março”, explica Diogenisa Oliva, coordenadora do PHCA.

Na categoria adulto, os vencedores recebem troféu e, em parceria com a Prefeitura de Cabaceiras de Paraguaçu, cheques no valor de R$1.200,00 (primeiro colocado), R$ 800,00 (segundo colocado), R$ 500,00 (terceiro colocado), R$ 300,00 (quarto colocado) e R$ 200,00 (quinto colocado). Os vencedores da categoria infantil ganham brindes diversos, como mochila, livros, material escolar etc.

Na categoria adulto podem se inscrever pessoas a partir de 14 anos completos até data do festival (07/03) e na categoria infantil são válidas crianças de 03 anos a 13 anos. Nas declamações os jurados analisam originalidade (criatividade utilizada para a apresentação do poema), dicção (clareza das palavras pronunciadas na declamação), fluência verbal (correção e a pronúncia das palavras); fidelidade ao texto (exatidão e o respeito a todos os versos e palavras do poema); além do grau de dificuldade do poema declamado pelo candidato. O júri será composto por professores, historiadores, diretores de teatro, escritores e representantes da Diretoria de Museus (Dimus) da Secretaria de Cultura do Estado (Secult-BA).

“A cidade abraça maravilhosamente bem o evento. E as outras cidades vizinhas juntam-se a nós. Passamos o ano todo preparando os festivais. No PHCA desenvolvemos cursos, oficinas, palestras etc. Trabalhamos para manter viva a memória de Castro Alves, para que as novas gerações conheçam seus escritos e compreendam sua obra”, ressalta Diogenisa Oliva.

PARQUE HISTÓRICO CASTRO ALVES (PHCA) – Por conta do primeiro centenário da morte de Castro Alves, em março de 1971 foi inaugurado, no lugar onde ele nasceu, o museu biográfico Parque Histórico Castro Alves (PHCA), numa área de 52 mil metros quadrados. O acervo convida os visitantes a mergulharem no universo do porta-voz literário da Abolição da Escravatura no Brasil, através de seus poemas, informações e objetos pessoais dele e familiares. Além do museu, o Parque contém um anexo com sala multimídia, auditório, biblioteca, infocentro, reserva técnica, refeitório e administrativo. Na área de Mata Nativa, os visitantes podem fazer uma trilha e visitarem o Pouso de Adelaide, o Anfiteatro, a “Cruz da Estrada”, a Fonte e o Marco da Fazenda. O público pode ainda usufruir de projetos socioeducativos e anualmente, o Parque também promove o Festival de Declamação de Poemas de Antônio Frederico de Castro Alves. O PHCA integra o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), unidade vinculada a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Visitação: terça-feira a sexta-feira das 9h às 12h e das 14h às 17h. Sábados, domingos e feriados das 9h às 13h.

Entrada: grátis

Endereço: Praça Castro Alves, 106, Centro, Cabaceiras do Paraguaçu/BA.

Contato: (75) 3681-1102

Publicado em 1

Para celebrar o carnaval, o Museu Tempostal promoveu uma oficina de máscara de carnaval para os alunos da Escola Municipal João Lino

oficina de máscaras de carnaval no Museu Tempostal (6)

Na última sexta-feira (14/02), das 9h às 11h e das 14h às 16h, o Museu Tempostal (Pelourinho) promoveu uma oficina de máscara de carnaval para os alunos da Escola Municipal João Lino.

Na ocasião, os estudantes conheceram um pouco da história do carnaval através da exposição “Chame Gente”, onde estão reunidas fotografias com os temas: “Auge do carnaval das escolas de samba na Bahia”, “Os clubes vão para as ruas”, “O trio elétrico e suas origens” e “Carnaval hoje”. Confira como foi!

Publicado em 1

Jogos de tabuleiro no Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica

48480482366_fcd58bbb54_w

Integrando a programação de verão nos museus, o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Pelourinho) promove uma sessão de jogos de tabuleiro neste sábado (15/02), das 14h às 17h. A atividade é gratuita e tem o objetivo de estimular a interação entre as pessoas para além dos jogos eletrônicos.

De acordo com Renata Alencar, coordenadora do museu, “o museu abrirá seu espaço para grupos de jovens e crianças brincarem com jogos e tabuleiro, oferecendo alguns jogos, mas quem quiser também poderá trazer seus jogos para interagir com a galera em um espaço diferente, o museu”.

48480636747_1d440d9897_w

O museu – O Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Pelourinho) dispõe de dois ambientes ocupados por materiais referentes à arte da cerâmica e do azulejo. A área inferior expõe as peças criadas pelo ceramista Udo Knoff – idealizador do museu -, além de proporcionar uma visão cronológica da existência do azulejo disposta do século XV ao XX, incluindo sua chegada ao Brasil, no século XVII. O segundo andar é ocupado por exposições temporárias. O museu integra os espaços administrados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

 

Visitação: terça a sexta, das 10h às 17h; sábado das 13h às 17h

Entrada: Gratis

Endereço: Rua Frei Vicente, nº 03, Pelourinho – Salvador (BA)

Contato: (71) 3117-6389 / museuceramica@gmail.com

Publicado em 1

Mostra “Representações dos super-heróis negros nos quadrinhos”, em cartaz no Museu Udo Knoff até 15/02

ultimos dias herois negros

Últimos dias para conferir as pinturas (em telas e em azulejos) dos personagens negros que fazem parte da cultura pop mundial e estão reunidas na exposição “Representações dos super-heróis negros nos quadrinhos”, no Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Pelourinho). A mostra – parte do projeto “Aprendizes de Udo” – é resultado de uma ação educativa conjunta realizada pelo museu, o Instituto Central de Educação Isaías Alves (ICEIA) e Sávio Roz, historiador, mestre em História, paleógrafo e professor da UFBA – também escritor do Livro “Mulher Maravilha para Presidente”. Em cartaz até 15 de fevereiro.

Publicado em 1

Últimos dias para conferir a exposição “Abstrações Primaveris” no Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica

Untitled-1

Últimos dias para conferir o trabalho de cerâmica contemporânea de quatro artistas que está em cartaz até 15/02, no Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Pelourinho). A mostra “Abstrações Primaveris” reúne 60 trabalhos de Gabriela Joau, Gabriel Passos, Marlice Almeida e Taty Carvalho que vêm a público dialogar, através da linguagem cerâmica, sobre suas experiências e expressão artística. Com visitação gratuita, a mostra pode ser visitada de terça à sexta-feira, das 10h às 17h; e sábado, das 13h às 17h.

Publicado em 1

Inscrições abertas para os festivais em homenagem ao poeta Castro Alves

Marcos Vinícius_2 lugar no Festival de Declamação de Poemas de Castro Alves no PHCA_Foto_Fernando Barbosa

Marcos Vinícius Amorim Albergaria

Estão abertas as inscrições para a 19ª edição do Festival de Declamação de Poemas de Antônio de Castro Alves e para o 6º Festival Infantil de Declamação de Poemas de Castro Alves que acontecem gratuitamente todos os anos no Parque Histórico Castro Alves (PHCA), local onde nasceu o poeta baiano em 1847, em Cabaceiras do Paraguaçu, localizada no Recôncavo baiano (a 170 km de Salvador). Os interessados podem fazer a inscrição no PHCA e/ou pelo telefone (75) 3681-1102; de segunda a sexta-feira das 9h às 12h e das 14h às 17h.

Os festivais acontecem no sábado 07/03, a partir das 13h; e as premiações serão entregues no sábado seguinte (14/03), data de comemoração aos 173 anos de nascimento do poeta. “Serão dois dias de eventos. Sendo que o dia 14 terá uma programação mais extensa. Sábado (07) serão selecionados os cinco melhores declamadores nas categorias adulto e infantil. Os vencedores deverão se apresentar novamente no aniversário de Castro Alves, no sábado 14 de março”, explica Diogenisa Oliva, coordenadora do PHCA.

Maria Tereza e Felílicia Sales_3 lugar no Festival Infantil de Declamação de Poemas de Castro Alves no PHCA_Foto_Fernando Barbosa

Maria Tereza e Felícia Sales

Na categoria adulto, os vencedores recebem troféu e, em parceria com a Prefeitura de Cabaceiras de Paraguaçu, cheques no valor de R$1.200,00 (primeiro colocado), R$ 800,00 (segundo colocado), R$ 500,00 (terceiro colocado), R$ 300,00 (quarto colocado) e R$ 200,00 (quinto colocado). Os vencedores da categoria infantil ganham brindes diversos, como mochila, livros, material escolar etc.

Na categoria adulto podem se inscrever pessoas a partir de 14 anos completos até data do festival (07/03) e na categoria infantil são válidas crianças de 03 anos a 13 anos. Nas declamações os jurados analisam originalidade (criatividade utilizada para a apresentação do poema), dicção (clareza das palavras pronunciadas na declamação), fluência verbal (correção e a pronúncia das palavras); fidelidade ao texto (exatidão e o respeito a todos os versos e palavras do poema); além do grau de dificuldade do poema declamado pelo candidato. O júri será composto por professores, historiadores, diretores de teatro, escritores e representantes da Diretoria de Museus (Dimus) da Secretaria de Cultura do Estado (Secult-BA).

Comemoração ao Aniversário de Castro Alves em Cabaceiras do Paraguaçu em 14.03.2019 foto Fernando Barbosa (2)

“A cidade abraça maravilhosamente bem o evento. E as outras cidades vizinhas juntam-se a nós. Passamos o ano todo preparando os festivais. No PHCA desenvolvemos cursos, oficinas, palestras etc. Trabalhamos para manter viva a memória de Castro Alves, para que as novas gerações conheçam seus escritos e compreendam sua obra”, ressalta Diogenisa Oliva.

PARQUE HISTÓRICO CASTRO ALVES (PHCA) – Por conta do primeiro centenário da morte de Castro Alves, em março de 1971 foi inaugurado, no lugar onde ele nasceu, o museu biográfico Parque Histórico Castro Alves (PHCA), numa área de 52 mil metros quadrados. O acervo convida os visitantes a mergulharem no universo do porta-voz literário da Abolição da Escravatura no Brasil, através de seus poemas, informações e objetos pessoais dele e familiares. Além do museu, o Parque contém um anexo com sala multimídia, auditório, biblioteca, infocentro, reserva técnica, refeitório e administrativo. Na área de Mata Nativa, os visitantes podem fazer uma trilha e visitarem o Pouso de Adelaide, o Anfiteatro, a “Cruz da Estrada”, a Fonte e o Marco da Fazenda. O público pode ainda usufruir de projetos socioeducativos e anualmente, o Parque também promove o Festival de Declamação de Poemas de Antônio Frederico de Castro Alves. O PHCA integra o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), unidade vinculada a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Parque Histórico Castro Alves_Foto por Lázaro Menezes

Visitação: terça-feira a sexta-feira das 9h às 12h e das 14h às 17h. Sábados, domingos e feriados das 9h às 13h.

Entrada: grátis

Endereço: Praça Castro Alves, 106, Centro, Cabaceiras do Paraguaçu/BA.

Contato: (75) 3681-1102

Publicado em 1