Museu do Recôncavo Wanderley Pinho

Wanderley Pinho

Erguido no século XVI, à margem da Baía de Todos os Santos, em Caboto, o antigo Engenho Freguesia foi transformado em museu casa em 1971 devido ao seu valor histórico e a sua importância para a região do Recôncavo Baiano. Construído em terras doadas pelo então Governador-Geral do Brasil, Mem de Sá, o casarão foi alvo das invasões holandesas, em 1624, e vivenciou momentos de apogeu na produção de açúcar até a segunda metade do século XIX. Quando as leis abolicionistas passaram a vigorar no país, o engenho entrou em decadência e, em 1890, as moendas de cana-de-açúcar foram desativadas.

Seu conjunto arquitetônico inclui casa-grande com 55 cômodos, fábrica e capela dedicada a Nossa Senhora da Conceição da Freguesia. O acervo é composto das seguintes coleções: imaginária, mobiliário, paramentos, indumentária, desenho, pintura, cerâmica e fotografia, além de peças de tecnologia rural e industrial e instrumentos de suplício. Atualmente, devido à realização de obras para recuperação física do seu conjunto arquitetônico, o Museu do Recôncavo Wanderley Pinho está fechado para visitação.

O Engenho Frequesia e o seu entorno é um dos espaços da Secretaria de Cultura (SecultBA) com o nome Museu do Recôncavo Wanderley de Pinho. Trata-se de um dos principais símbolos arquitetônico-paisagísticos do Brasil colonial, por deter extensa área verde de mata, como a original, ter acesso marítimo típico da era colonial e conservar suas principais edificações.

O complexo do Wanderley fica em frente à Ilha de Maré, às margens da Baía, em Caboto, município de Candeias. A casa de quatro pisos que está implantada em uma encosta, possui esquadrias do século XVIII e grades do século XIX. No forro de um dos sótãos está o brasão do Conde de Passé. Cozinha coifas e chaminés de tipo português alentejano são outras características. A grande capela anexa possui medalhão de N. Sra. da Conceição e altar neoclássico.

Este é um dos raros exemplares conhecido no Brasil de edifício residencial desenvolvido em torno a dois pátios. Pelas vergas de arco abatido, a planta da capela com corredores laterais e tribunas o prédio data do século XVIII enquanto o pátio aparenta ser do século XVII, mas o engenho é do século XVI.

End.: Via Matoim – Enseada de Caboto, s/n, Candeias (BA).

Uma resposta em “Museu do Recôncavo Wanderley Pinho

  1. Mas a sociedade tem que se manifestar e não apenas ficar indignada com esse abandono…

Os comentários estão desativados.